0 comentários

Renault lança nova Trafic

por em 24 Outubro, 2014
 

A Renault acaba de lançar a nova geração daquela que é considerada como o furgão preferido dos portugueses. Com 16 anos de sucesso, a Renault Trafic desfruta agora de linhas mais modernas, um posto de condução mais cómodo e um habitáculo criado a pensar nas necessidades de quem usa o espaço como um escritório móvel.

Partilhando a plataforma com a Opel Movano, a nova Trafic passa a desfrutar do maior comprimento de carga do mercado (até 4,15m) na versão mais comprida L2, embora exista uma versão mais curta (L1) e com duas alturas disponíveis (H1 e H2), bem como a possibilidade de se optar por versões só para transporte de mercadorias, transporte de passageiros ou misto, criando assim um total de quase 40 versões disponíveis para o mercado nacional. No seu formato base, a nova Trafic é 210mm mais longa, o que equivale a um ganho de 200 litros de volume útil na versão H1, e 300 litros na versão H2, permitindo assim que logo na versão L1 seja possível transportar três euro paletes.

Renault

Porém, para quem trabalha a bordo da nova Trafic, as novidades são várias, começando pelo conforto e pela posição de condução semelhante à de um monovolume, graças à utilização de um novo banco que foi só rebaixado, como permite agora ser regulado em altura, profundidade e lombar, bem como o volante pode ser regulado em altura e profundidade. No resto do habitáculo domina a melhoria significativa na qualidade dos materiais usados, com o painel de bordo a integrar um suporte para telemóvel à direita do volante, um suporte para tablet por debaixo do rádio, e uma solução inovadora que permite receber um portátil até 17 polegadas através do rebatimento das costas do banco central dianteiro, levantando uma tampa existente que se transforma numa mesa de suporte para o mesmo. Como não poderia deixar de ser, o sistema de infoentretenimento Media Nav passou a estar disponível na nova Trafic, com o seu ecrã de 7 polegadas, com sistema de navegação integração Bluetooth para alta-vos e audição de música em streaming, bem como a possibilidade de evolução para o sistema R-Link da Renault, que no entanto só estará disponível no final do ano.

No campo das motorizações, estas estarão a cargo de quatro blocos diesel, os modelos dCi de 90cv e dCi de 115cv, ambos a usarem um turbo de geometria variável que lhe spermite reduzir os consumos em 1l/100km face à anterior geração, e dois blocos Twin Turbo (um turbo de baixa inércia para baixos regimes e um turbo adicional para altos regimes), Energy dCi de 120cv e Energy dCi de 140cv. Para tornar o custo de utilização ainda mais aliciante para os proprietários, a Renault garante que os intervalos de manutenção de todas as motorizações são de apenas 2 anos ou 40.000 km, não sendo preciso mudar a correia de distribuição. Tal como em toda a gama de veículos Renault, também a Trafic beneficia de uma garantia contratual de cinco anos.

Renault