0 comentários

Dietrich Mateschitz acredita no domínio da Mercedes em 2015

por em 12 Fevereiro, 2015
 

Depois de ter dominado a temporada de 2014 da Fórmula 1, a Mercedes irá ser a equipa que continuará a dominar na temporada que se avizinha, isto segundo Dietrich Mateschitz, o magnata Austríaco proprietário da Red Bull Racing e Toro Rosso.

Recordamos que durante a época de 2014, a Mercedes-AMG Petronas foi a equipa que dominou do início ao fim, tendo conquistado o Titulo Mundial de Construtores com 701 pontos e o Titulo Mundial de Pilotos através do piloto britânico Lewis Hamilton que terminou a temporada com 384 pontos. A Mercedes conseguiu ainda conquistar o segundo lugar do Mundial de Pilotos, com o alemão Nico Rosberg a terminar com 317 pontos. Depois de apresentados os monolugares de cada equipa para 2015 e de se ter realizado os primeiros testes de Inverno em Jerez de la Frontera, em Espanha, já deu para perceber o que podemos esperar para a temporada de 2015.

No entanto apesar de em Jerez de la Frontera, a Ferrari ter sido a equipa que conseguiu as voltas mais rápidas, para o dono da Red Bull, Dietrich Mateschitz, o desempenho da equipa da Mercedes que nas apostas de desporto é a favorita à conquista do Titulo Mundial, deu para perceber que a equipa campeã de 2014 irá continuar a dominar no ano de 2015.

“A Mercedes continua na frente e parece que não vai haver alterações no seu domínio”, começou por afirmar o dono da Red Bull em entrevista à Autosport. Em relação à sua equipa, apesar de admitir que a Mercedes está um passo à frente da Red Bull, Mateschitz afirmou que tem confiança no trabalho realizado pela sua equipa. No entanto afirma que o trabalho da Renault será fundamental para a Red Bull conseguir lutar pelos primeiros lugares esta temporada, algo que não aconteceu em 2014.

Mateschitz sabe que será impossível igualar a potência do monolugar da Red Bull aos monolugares da Mercedes, no entanto para o dono da Red Bull já seria um progresso se a sua equipa se conseguisse aproximar da Mercedes. “Se a Renault conseguir reduzir a diferença (para a Mercedes) para 40 ou 50cv, então estaríamos numa boa posição para lutar, desde que tenhamos novamente um bom carro. Mas não tenho qualquer dúvida acerca disto. Reduzir o intervalo já seria um sucesso”, acrescentou Dietrich Mateschitz.

Relembrar apenas que a equipa da Red Bull terminou o Mundial de Construtores de 2014 na segunda posição com 405 pontos, tendo ficado a 296 pontos da Mercedes. Já no Mundial de Pilotos, o Australiano Daniel Ricciardo terminou na terceira posição com 238 pontos, enquanto que o tetracampeão Alemão Sebastian Vettel, que se mudou este ano para a Ferrari, terminou na quinta posição com 167 pontos. Com a saída de Vettel para a equipa italiana, o companheiro de equipa de Daniel Ricciardo para 2015 será o jovem piloto russo Daniil Kvyat. Relembramos que o início da temporada de 2015 está marcada para o dia 15 de Março, em Melbourne, com a realização do Grande Prémio da Austrália.