0 comentários

Tesla Model S P90D desafia Boeing 737-800 da Quantas Airlines

por em 4 Abril, 2016
 

Qualquer desculpa para se fazer um arranque é válida, especialmente se num lado tivermos a versão topo de gama do Tesla Model S, o P90D, e no outro um Boeing 737-800 da Quantas Airlines. Este improvável duelo decorreu na pista de três quilómetros do Aeroporto de Alavon, a sul de Melbourne, na Austrália.

O resultado foi um dos desafios mais complicados para um avião, pois em pista, os 539cv do eixo traseiro e 262cv do eixo dianteiro (com o modo Ludicrous activado) do Tesla Model S garantiram um arranque impressionante, de apenas 3,0 segundos para atingir os 100km/h, e os 250km/h de velocidade máxima, limitados electronicamente.

Já no caso do Boeing 737-800 da Quantas, este modelo, equipado com dois motores CFM 56-7B27, capazes de uma força de ascenção de 27.300 libras por reactor (equivalente a 37.014Nm de força), o suficiente para que este atinja os 140 nós (260km/h), a velocidade mínima para descolagem ao solo, precisou de levantar as rodas da pista para conseguir ultrapassar o Tesla, que já se encontrava na sua velocidade limite.

Além de pura diversão, esta comparação serviu para comunicar a parceria criada entre as duas empresas, que permitirão aos passageiros frequentes da Quantas, aceder a eventos especiais para experimentar os modelos da marca Norte Americana, atribuir um estatuto especial da Quantas a proprietários de veículos Tesla Model S, e a instalação de postos de carregamento rápido nas áreas de estacionamento da Quantas nos aeroportos de Sydney, Melbourne, Brisbane e Adelaide específicas para os proprietários de Modelos S da Tesla poderem deixar as suas viaturas a carregar enquanto viajam com a Quantas.