0 comentários

Genebra – Range Rover Velar é estrela no stand da Land Rover em Genebra

por em 8 Março, 2017
 

O novo Range Rover Velar é a estrela do stand da Land Rover no Salão Internacional de Genebra. Revelado durante a semana passada, no Design Museum de Londres, o novo Range Rover Velar é o quarto membro da família Range Rover, ocupando assim o “vazio” existente entre o Range Rover Evoque e o Range Rover Sport. Dono de um visual simples, elegante e minimalista, este modelo recorre a linhas arriscadas que garantem uma personalidade única, mesmo em relação aos restantes modelos da família Range Rover onde se insere.

Recorrendo à plataforma IQ da Jaguar Land Rover, a mesma que equipa o Jaguar F-Pace, o Range Rover Velar utilizará a mesma distância entre eixos (embora seja mais comprido), tal como a arquitectura em alumínio, permitindo assim manter a estrutura leve. A tecnologia mais avançada está sempre presente no Velar, com elementos como os faróis Full-LED que são os mais estreitos de sempre incorporados num Land Rover de produção, puxadores das portas articulados e uma excelente aerodinâmica de apenas 0,32 Cd.

A imponente grelha, destacada pelos faróis Full-LED (pode receber faróis Matriz LED com laser), bem como o facto de poder receber umas elegantes jantes de 22 polegadas com acabamento espelhado polido, e um tejadilho flutuante que poderá ser da cor da carroçaria ou em cor contrastante com um acabamento em Narvik Black (com tejadilho panorâmico fixo ou de abrir) completam o capítulo do design deste modelo.

Mas, por se tratar de um Range Rover, a vertente offroad tem que estar presente, razão pelo qual este modelo virá equipado com tracção integral em todas as versões, bem como as habituais tecnologias “off road” da Land Rover, como o sistema Terrain Response 2, All Terrain Progress Control, Arranque de Baixa Tracção, Controlo de Descida de Declives e Gradient Release Control. A estes sistemas junta-se a elevada distância ao solo de 251 mm com a suspensão pneumática às quatro rodas (213 mm com suspensão tradicional), profundidade de passagem a vau que pode ir aos 650 mm.

Se por fora o Velar aparenta ter tudo para continuar o elevado sucesso do Evoque, por dentro encontrará mais razões para ficar apaixonado por este modelo, através das soluções utilizadas que tentam assim recriar um ambiente típico de um “santuário de paz”. Para tal foi fundamental reduzir ao mínimo a quantidade de botões disponíveis, tendo sido fundamental o desenvolvido do novo sistema de informação e entretenimento Touch Pro Duo, composto por dois ecrãs tácteis de dez polegadas de alta resolução colocado no eixo central do interior do Velar.

Estes ecrãs, que estão devidamente enquadrados com as linhas do interior, utilizam a tecnologia de toque do tipo capacitiva que permite subsituir os habituais comandos existentes para diversos sistemas, como os selectores do Terrain Response 2, bem como a climatização, através da integração de dois selectores rotativos multifunção, que se destacam pela superfície exterior em borracha com dimensão táctil e aros cromados, dispondo de ecrãs digitais no seu interior. O conhecido comando rotativo da caixa de velocidades continua presente, elevando-se na consola central quando o motor é ligado.

Para o painel de instrumentos, poderá optar por um “tradicional” painel analógico, composto por dois manómetros analógicos que registam a velocidade e a velocidade de rotações do motor, estando disponível um ecrã LCD de cinco polegadas entre os mesmos, ou um ecrã totalmente digital de 12 polegadas, de série a partir das versões SE. O Head-Up Display a cores está igualmente disponível, projectando informações relevantes como velocidade e instruções da navegação no para-brisas.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Fechando o capítulo tecnológico, falta referir a presenta de interruptores tácteis no volante, bem como a possibilidade de instalar um sistema de som surround de 23 altifalantes de 1600W da Meridian, Hotspot Wi-Fi para oito dispositivos e um sistema multimédia traseiro, composto por dois ecrãs tácteis de oito polegadas de alta definição (formato 16:9) com dois comandos à distância e dois pares de auriculares WhiteFire sem fios.

Em termos de motorizações, o Range Rover Velar virá equipado com cinco motores numa fase inicial, todos eles associados a caixas automáticas ZF de oito velocidades, a versão 8HP 45 para as motorizações de quatro cilindros e 8HP 70 para as motorizações de seis cilindros. As motorizações de quatro cilindros Ingenium presentes são a versão D180 2.0 de 180 cv e a D240 com 240 cv para as versões a diesel, e o P250 com um 2.0 turbo a gasolina com 250 cavalos. Os modelos de topo utilizarão motores 3.0 V6, com o D300 diesel de 300 cavalos e o P380 de 380 cavalos a completarem a lista.

Estarão presentes, como habitual, diversos níveis de equipamento, desde o Standard, S, SE e HSE, podendo optar ainda pelos Black Exterior Pack ou Luxury Exterior Pack caso deseje um acabamento ainda mais distinto. Se quiser um visual mais desportivo, poderá optar pela versão Velar R-Dynamic, que incluí pára-choques dianteiro exclusivo mais profundo, com aberturas ampliadas, detalhes em burnished Copper nos frisos do pára-choques e nas grelhas laterais.

O novo Range Rover Velar já pode ser encomendado nos concessionários da Rede Oficial Land Rover em Portugal, estando prevista a chegada das primeiras unidades para o final do Verão. O novo Range Rover Velar está disponível a partir de €68.200 para a motorização 2.0 P250 a gasolina, €71.033 para o 2.0D D180 a diesel, €77.957 para o 2.0D D240, €93.305 para o 3.0D D300 e €93.242 para a versão 3.0 P380. As versões mais caras serão os First Edition HSE, disponível apenas nas motorizações V6, por €136.390 para a versão a diesel e €136.281 para a versão a gasolina.

Além do Range Rover Velar, outra das estrelas presentes no stand da Land Rover é o novo Land Rover Discovery “Project Hero”, o primeiro veículo da Special Vehicle Operations da Jaguar Land Rover desenvolvido em exclusivo para as equipas de salvamento da Cruz Vermelha Austríaca. Este modelo virá equipado com um sistema de comunicação avançado, um drone integrado que permite enviar imagens em directo para as equipas de salvamento, bem como de todo o equipamento necessário para resolver situações simples a desastres naturais complexos (nevões, inundações e terramotos), incluindo operações de salvamento nocturnas e em bosques de grande densidade.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Seja o primeiro a comentar!
 
Deixe um comentário

 

Deixe uma resposta