0 comentários

Novo Kia Picanto à venda a partir de 10.820 euros

por em 3 Maio, 2017
 

Decorreu no armazém Celeiro da antiga Manutenção Militar, em Lisboa, a original apresentação do novo Kia Picanto, num espaço que foi transformado numa espécie de sala de Cinema Drive-In, onde diversos Kia Picanto foram colocados diante o ecrã que reproduziu a apresentação do modelo, onde foram divulgadas as novidades deste novo modelo, especificações e preço. A apresentação foi dirigida por Jorge Gonçalves, gestor de produto da KIA, que revelou a importância do Picanto para a Kia Portugal, que registou em 2016 o seu melhor ano de sempre com mais de 400 unidades comercializadas, o suficiente para conquistar 2,9% de quota de mercado no seu segmento.

Através desta terceira geração, a KIA espera manter o bom resultado comercial, através da disponibilização de duas motorizações (chegará uma terceira até ao final do ano) e três níveis de equipamento, sendo a versão GT-Line uma estreia no Picanto, resultado do aumento de procura por soluções diferenciadoras neste segmento. Recorrendo à nova plataforma K, que viu o recurso a aço de elevada resistência crescer de 25% para 44% face à anterior geração, permitindo ao mesmo tempo reduzir o peso da estrutura em 28 kg, o novo Picanto manteve a altura e o comprimento do seu antecessor, embora tenha crescido na distância entre eixos (+15 mm) e na secção traseira (+10 mm), permitindo assim aumentar em 25% a capacidade da bagageira para 266 litros, tornando-se assim na maior bagageira do segmento.

Visualmente o novo Picanto é facilmente identificado, graças à herança de elementos visuais de anteriores modelos como a entrada de ar frontal de grandes dimensões, ligação entre a grelha principal e as ópticas dianteiras, volumetria de duplo arco das rodas, linha de cintura baixa e perfil elegante desde o capot ao tejadilho, sem esquecer as ópticas traseiras em forma de “C”, garantindo assim um visual jovem e dinâmico. A versão GT-Line destaca-se pela utilização de elementos de destaque a vermelho, preto e prata em locais como na grelha dianteira, entradas de ar laterais, saias laterais, difusor traseiro com dupla saída de escape, jantes de 16 polegadas e ópticas traseiras em LED e dianteiras com piscas e luzes diurnas em LED.

O interior também foi redesenhado, passando o tablier a ver as suas dimensões reduzidas, garantindo maior espaço para as pernas e tornando o espaço disponível mais amplo e elegante. A qualidade dos materiais usados melhorou, bem como as soluções utilizadas, de onde se destaca o ecrã flutuante ao centro do sistema de infoentretenimento, que pode ter até 7,0 polegadas e suportar comandos tácteis. Este sistema, na versão mais avançada, suporta as funcionalidades Apple CarPlay e Android Auto, tendo ainda integrado um sistema de navegação com mapa em três dimensões, permitindo ainda funcionar em conjunto com a opcional câmara traseira (incluída no Pack de Navegação) que facilita o estacionamento ao reproduzir linhas de orientação dinâmicas no ecrã.

Para carregar os seus dispositivos móveis poderá usar a ligação USB disponível de série em todas as versões, estando previsto para o final do ano a integração de um sistema de carregamento sem fios. Em termos de soluções tecnológicas para auxílio do condutor, o Picanto destaca-se por ser o primeiro modelo do segmento a vir equipado com sistema de Torque Vectoring by Braking (TVBB – vectorização de binário por travagem), que melhora significativamente o comportamento em curva, sendo este ajudado pelo sistema de Vehicle Stability Management (VSM) com Controlo Electrónico de Estabilidade (ESC). Em situações emergência em ambientes citadinos, o novo Picanto contará com o préstimo de um sistema de Travagem Autónoma de Emergência (AEB).

No que toca a motorizações, o novo Kia Picanto virá disponível com os conhecidos motores Kappa 1.0 MPI de três cilindros e Kappa 1.2 MPI de quatro cilindros. O primeiro oferece 67 cavalos de potência e 96 Nm de binário máximo, o suficiente para atingir os 100 km/h em 14,3 segundos e uma velocidade máxima de 161 km/h, estando o 1.2 MPI disponível com 84 cv e 122 Nm de binário, permitindo assim atingir os 100 km/h em 12 segundos e uma velocidade máxima de 173 km/h. Em termos de eficiência, o primeiro motor garante um consumo combinado de combustível de 4,4 l/100km (101 g/km), estando o primeiro homologado para um consumo médio de 4,6 l/100km (106 g/km). Mais tarde será lançada a versão Kappa 1.0 T-GDI, com turbo, que garantirá 100 cv de potência e um poder de aceleração significativamente superior, com apenas 10,1 segundos para atingir os 100 km/h. Os interessados podem ainda aplicar uma caixa automática em todas as motorizações.

Em termos de preços, o novo Kia Picanto já se encontra disponível a partir dos 12.220 euros para a versão 1.0 com nível de equipamento LX, subindo este para os 12.920 euroa para a versão EX e 14.670 euros para a versão GT-Line, disponível apenas com a motorização 1.2 de 84 cavalos. Se optar pelas versões com caixa automática, saiba que o Picanto passará a custar 14.370 euros para a versão 1.0 EX, 15.420 euros para a versão 1.2 EX e 16.420 euros para a versão 1.2 GT-Line. Como é habitual, durante a fase de lançamento a Kia está a disponibilizar uma campanha que reduz o preço do Picanto em 1.400 euros, permitindo reduzir o preço da versão 1.0 LX para uns atraentes 10.820 euros.