0 comentários

Lisboa recebe serviço de carsharing DriveNow

por em 6 Setembro, 2017
 

A capital portuguesa foi a primeira cidade ibérica escolhida para receber o serviço de carsharing DriveNow, uma solução flexível e simples de mobilidade urbana, que resulta de uma parceria entre a DriveNow e a Brisa. Este serviço irá colocar 211 carros das marcas BMW e Mini, incluindo veículos eléctricos, para utilização numa área operacional nas mais movimentadas áreas da cidade de Lisboa, para todos os clientes registados na página drive-now.pt.

O serviço DriveNow, criado em Munique em 2011, apresenta-se como a nova solução de mobilidade urbana que proporciona uma alternativa ao transporte individual em viatura própria (especialmente, o segundo carro), e que vem contribuir para uma maior liberdade de escolha e maior eficiência do sistema de transportes de Lisboa. A DriveNow é um serviço aberto a todos os residentes e visitantes da cidade de Lisboa.

Os clientes da DriveNow têm acesso a um serviço de carsharing com tudo incluído (combustível, seguro e estacionamento), assente no conceito de free floating carsharing, em que é possível deixar ou apanhar o carro, em qualquer local dentro da área de operação, com pagamento de 29, 31 e 34 cêntimos por minuto, e sem custos anuais ou outras comissões. Este valor varia em função da viatura escolhida, estando disponíveis modelos como o BMW i3 BEV, BMW 116, Mini One de 3 e 5 portas, e Mini Clubman.

Para tirar partido do serviço DriveNow, terá que instalar a aplicação móvel DriveNow, disponível nas lojas Google Play e iTunes. Os clientes Via Verde beneficiam de uma solução integrada para o registo e o pagamento da DriveNow. A DriveNow já tem 960 mil utilizadores na Europa. Em Lisboa, a área de operação inicial cobre 48 quilómetros quadrados, de Leste a Oeste e de Norte a Sul da cidade, assegurando serviço nas suas zonas mais movimentadas e mais procuradas.

Segundo a DriveNow, uma viagem do Saldanha a Belém terá um custo entre os 5 a 7 euros, e uma viagem de Alvalade ao Martim Moniz custará entre 4 e 5 euros. Mais tarde, será possível a ligação ao Aeroporto de Lisboa e uma viagem entre o Aeroporto e o Marquês de Pombal, que custará entre 4 e 6 euros. A campanha de pré-lançamento já está a decorrer, estando o serviço a oferecer, a quem efectuar o registo gratuito, 20 minutos de utilização e um custo de 29 cêntimos por minuto.