Cockpit
3353 visualizações 0 comentários

Citröen DS3 SportChic BlueHDi 120 – Chique e divertido

por em 20 Maio, 2015
 

Aquando o seu lançamento, o DS3 revelou ser possível para a Citröen elevar o nível da sua imagem, bem como de rivalizar com os utilitários premium que têm inundado o mercado, como o Fiat 500 e o Mini. Baseando-se no C3, o DS3 é, praticamente, um modelo distinto, tanto em dimensões como em comportamento, razão pelo qual a Citröen, com a recente actualização do modelo, decidiu apenas alterar nos pontos em que ele merecia realmente melhorias.

Com mais de 300 mil unidades vendidas em todo o Mundo, o novo DS3 recebe agora uma nova assinatura visual, bem como novos equipamentos e novos motores. Começando pelo início, o DS3 ficou significativamente mais bonito, uma vez que agora poderá receber as novas ópticas Xénon Full LED, como a marca afirma, que recorre a uma combinação de luzes Xénon com luzes LED.

O resultado é um conjunto que combina elegância com eficácia, ao qual se juntam os novos indicadores de direcção dinâmicos, uma estreia para a marca, e sem esquecermos as já conhecidas luzes diurnas LED, colocadas nos extremos verticais do para-choques dianteiro. Passam a existir novas possibilidades de personalização, graças à introdução de novas cores de carroçaria e do tejadilho, novas jantes e, no interior, novos revestimentos.

É aqui no interior que encontramos as restantes novidades, uma vez que passam a estar disponíveis novas combinações decorativas, como tapetes com um grafismo idêntico aos autocolantes do tejadilho, entre outros. No centro da consola central encontramos o novo sistema de infoentrenimento com navegação eMyWay, que recebe um ecrã táctil colorido de 7 polegadas de alta resolução, ideal também para acomodar outra novidade, a câmara traseira.

Destaque ainda para os bancos, que oferecem um bom apoio lateral, sem que isso implique redução no espaço a bordo, sendo o DS3 significativamente mais espaçoso e confortável que o Mini, por exemplo. Existem elementos que se mantêm intactos, como o original ambientador de habitáculo, ou a eficaz Connecting Box que permite ligar diversas fontes de áudio (Aux, USB ou Bluetooth), embora tenha sentido algumas falhas com a reprodução de músicas com o Bluetooth. Falta apenas referir a integração do novo sistema Active City Brake, que permite travar o DS3 de forma automática, sempre que circular a menos de 30km/h e estiver em risco de colidir. Por razões óbvias decidi não comprovar a sua eficácia.

No que toca às motorizações, todas opções, tanto os gasolina PureTech como os diesel BlueHDi passam a cumprir as exigentes normas Euro6. O modelo testado foi a versão diesel de topo, o 1.6 BlueHDi de 120cv, que garante não só consumos reduzidos de apenas 3,6l/100km (e apenas 94g/km de emissões), como oferece um excelente comportamento, ideal para tirar partido do divertido chassis do DS3. O resultado é um pequeno automóvel que exige ser explorado, embora a sonoridade não seja a mais agradável (por se tratar de um diesel).

Motor Prestações
Tipo Quatro cilindros em linha Velocidade Máxima 190 km/h
Capacidade 1560 cc Aceleração (0-100 km/h) 10,8 s
Potência 120 cv (3600 rpm) Consumos (litros/100 km)
Binário 300 Nm (1750 rpm) Urbano (anunciado) 4,4
Transmissão Extra-urbano (anunciado) 3,2
Tracção Dianteira Combinado (anunciada) 3,6
Caixa Manual de seis velocidades Emissões CO2 94 g/km
Chassis Preço
Dimensões (Comp. / Larg. / Alt.) 3948 / 1715 / 1458 mm Valor base €26 657
Peso 1075 kg Valor viatura testada €27 917
Bagageira 285 litros I.U.C. €141.47
Detalhes
 
Combustível
Positivos

- Comportamento dinâmico
- Motor económico
- Resultado da nova imagem

Negativos

- Alguns plásticos no interior
- Bluetooth com falhas

Pontuação Motor+
 
Design
9.0

 
Interior
8.5

 
Desempenho
8.0

 
Consumos
8.5

 
Equipamento
8.0

 
Preço
8.0

Pontuação Final
8.3

Vote
Pontuação do Leitor
 
Design
8.9

 
Interior
6.1

 
Desempenho
9.5

 
Consumos
8.4

 
Equipamento
10

 
Preço
7.5

Pontuação do Leitor
3pontuações
8.4

Acabou de pontuar

Resumo
 

O pequeno DS3, com esta actualização, ficou ainda mais elegante e apelativo, com uma frente que, com poucas alterações, está significativamente mais moderna e eficaz (no que toca a iluminação). Os pormenores estéticos da marca DS são deliciosos, e pedem que observemos com atenção todas as superfícies do mesmo, como se tratasse de um videojogo, recheado de pequenos mas agradáveis "easter eggs". Quanto ao motor escolhido, este novo BlueHDi de 120cv é mais económico e mais potente... que mais podemos desejar?

Seja o primeiro a comentar!
 
Deixe um comentário

 

Deixe uma resposta