Cockpit
1371 visualizações 0 comentários

Fiat 500c 1.2 Lounge – Puro charme Italiano

por em 11 Janeiro, 2016
 

Lançado em 2007, o Fiat 500 encontrava-se numa fase em que a marca italiana tinha que realizar algo para o renovar, mas esta não se avizinhava como sendo uma tarefa fácil, visto estarmos a falar num automóvel que já é um ícone da indústria automóvel italiana. Com a chegada do novo 500, a Fiat conseguiu manter as linhas que caracterizaram, não só o modelo original como o “novo” 500 de 2007, com pequenos detalhes que o tornam mais actual e moderno, sem prejudicar o charme que este pequeno automóvel sempre teve.

Esta situação é ainda mais certa quando falamos da versão Cabrio, como o modelo que recebi para ensaio. Visualmente o novo Fiat 500 distingue-se pela utilização de novas luzes diurnas em LED de formato circular, nova grelha trapezoidal com detalhes em cromado e novas jantes de liga leve, de 15 e 16 polegadas, que caiem que nem uma luva neste modelo. Porém, se à frente as mudanças podem passar despercebidas, o mesmo não se pode dizer atrás, onde as novas ópticas em LED e formato anelar (inspiradas no 500X) utilizam uma parte central pintada da cor da carroçaria.

Mantendo a estrutura da capota de lona, bem como de todo o seu mecanismo (demora meros segundos a abrir ou fechar totalmente, esta tem ainda um mecanismo que permite abrir ligeiramente, caso pretenda abrir a tampa da minúscula bagageira (apenas 185l de capacidade). Esta solução, embora não torne o Fiat 500C num verdadeiro descapotável, permite manter toda a rigidez do chassis, evitando assim os habituais reforços de chassis neste tipo de automóvel, que afectam o comportamento dinâmico do modelo devido ao maior peso do chassis. Isto significa que, dinamicamente, este Cabrio não possui diferenças de comportamento face à versão com capota.

Em termos de interior, as diferenças são mínimas, sendo as únicas alterações perceptíveis os novos revestimentos, o novo volante, com um desenho mais retro e diversas aplicações cromadas, novos botões redondos com moldura cromada para os vidros eléctricos e um desenho novo para o topo do tablier, na zona onde está alojado o auto-rádio, que obrigou a deslocar as saídas do sistema de climatização (ar condicionado manual de série) para os extremos desta zona, como forma de abrigar o novo sistema de infoentretenimento Uconnect.

Este, que neste caso em concreto é a versão básica sem navegação, transmite a sensação de estarmos perante um automóvel mais bem equipado, embora, na realidade, as funcionalidades permaneçam as mesmas. Torna-se, porém, mais simples de usar graças à interface simples e intuitiva, permitindo assim um emparelhamento com o seu telemóvel para funcionar como sistema de alta voz (evitando assim apanhar multas quando falar ao telefone) ou reproduzir conteúdos provenientes de outras fontes, como ligação USB ou Bluetooth. Por fim temos os novos bancos de desenho mais ergonómico mas que continuam a não fazer milagres em termos de posição de condução, e um novo painel de instrumentos, de série na versão Lounge, que embora mantenha o ecrã de 7 polegadas, possui um grafismo redesenhado.

Em termos de motorizações, as únicas diferenças vão para o facto das novas motorizações suportarem todas as normas de emissões Euro6. Neste caso em concreto, experimentámos a versão base 1.2 de quatro cilindros com 68cv, que embora não seja um motor fascinante em termos de desempenho e consumos, revelou ser perfeitamente adequado para uma condução interessante no Fiat 500C. Se pretende uma condução mais divertida, terá que optar pela versão 0.9 TwinAir com 105cv, ou então esperar pela versão 1.3 Multijet II de 95cv, que deverá estar prestes a chegar ao mercado nacional.

Motor Prestações
Tipo Quatro cilindros em Linha Velocidade Máxima 160 km/h
Capacidade 1242 cc Aceleração (0-100 km/h) 12,9 s
Potência 69 cv (5500 rpm) Consumos (litros/100 km)
Binário 102 Nm (3000 rpm) Cidade (anunciado) 6,2
Transmissão Estrada (anunciado) 4,2
Tracção Dianteira Média (anunciada) 4,9
Caixa Manual de cinco velocidades Emissões Co2 115 g/km
Chassis Preço
Dimensões (Comp. / Alt. / Larg.) 3571 / 1627 / 1488 mm Valor base €17 050
Peso 980 Kg Valor viatura testada €18 500
Bagageira 185 litros I.U.C. €98.80
Detalhes
 
Marca
Combustível
Positivos

- Descapotável
- Condução descontraída
- Visual

Negativos

- Posição de condução
- Pouco entusiasmante

Pontuação Motor+
 
Design
9.0

 
Interior
8.0

 
Desempenho
7.0

 
Consumos
6.5

 
Equipamento
8.0

 
Preço
7.5

Pontuação Final
7.7

Vote
Pontuação do Leitor
 
Design
10

 
Interior
9.5

 
Desempenho
8.0

 
Consumos
7.8

 
Equipamento
9.4

 
Preço
8.4

Pontuação do Leitor
2pontuações
8.9

Acabou de pontuar

Resumo
 

Com esta renovação, o Fiat 500c ficou ainda mais atraente e funcional. Os pequenos detalhes visuais permitem mantê-lo actualizado, bem como intensificam o seu charme tipicamente italiano. Internamente as novidades são mínimas, mas são o suficiente para se ficar com uma percepção de estarmos perante um automóvel melhor, graças aos novos materiais. Um verdadeiro must para percursos citadinos.

Seja o primeiro a comentar!
 
Deixe um comentário

 

Deixe uma resposta