Cockpit
2650 visualizações 0 comentários

Ford Focus 1.5 TDCi Titanium SW – Equipamento completo e actualizado

por em 15 Março, 2017
 

Há já algum tempo que não tínhamos um Ford na nossa lista de ensaios, tendo o modelo escolhido o seu Best-Seller, a carrinha Ford Focus Titanium SW com a nova motorização 1.5 TDCi. Antes de aprofundar esta carrinha em particular, convém referir qual a situação do Ford Focus actualmente no mercado nacional.

O Ford Focus é um modelo novo que veio substituir o clássico Escort, tendo sido lançado originalmente em 1998, tendo no seu currículo a impressionante marca de mais de 6637 milhões de unidades vendidas até 2016, só no mercado Europeu. Actualmente na sua terceira geração, a actual geração foi lançada em 2010, razão pelo qual a Ford viu-se obrigada a renovar, com a actualização de meio ciclo que decorreu em 2014.

Embora tenha recebido esta actualização, a realidade é que o Focus é, actualmente, um dos modelos mais antigos do segmento, e isso acabou por se notar em alguns detalhes durante o ensaio. Visualmente, e em termos exteriores, o Focus não acusa tanto a idade, culpa da renovada dianteira com a grelha trapezoidal, que se assemelha a um Aston Martin, com os faróis rasgados nas extremidades. Atrás as diferenças são menos evidentes, embora resultem num conjunto mais agradável, com os farolins mais curtos na versão de cinco portas.

Internamente as mudanças são mais significativas, em especial na qualidade dos materiais usados e na reorganização da consola central, que abandona a parafernália de botões utilizados na versão pré-restyling para uma solução mais dependente do sistema de infoentretenimento, que na altura do lançamento era o Ford SYNC 2.

Este modelo em concreto utiliza a nova geração, o Ford SYNC 3, que abandonou a arquitectura Microsoft, adoptando um novo sistema proveniente da QNX, com base em UNIX. Este novo sistema, além de usar um ecrã táctil de 8 polegadas, tem a particularidade de suportar navegação com instruções de múltiplo toque, como efectuar zoom com dois dedos, bem como permite um fácil emparelhamento com os seus dispositivos móveis, ao suportar os sistemas Apple CarPlay e Android Auto.

Ford Focus SW_12

Esta última opção está, infelizmente, ainda limitada pelas irritantes limitações regionais da Google, não tendo sido possível comprovar o seu funcionamento, mesmo tendo testado com 5 smartphones de marcas distintas. Por outro lado, o Apple CarPlay funciona de forma exemplar, sendo possível aceder ao assistente Siri através dos botões de comandos de voz. Esta solução vinha acompanhada pelo sistema de som Premium da Sony, composto por 10 altifalantes, que permitia melhorar a qualidade do som reproduzido neste habitáculo.

Existem ainda outras novidades em termos de espaços para arrumação, novo apoio de braços central e uma invulgar solução de protecção das portas, um pequeno opcional de 152 euros que justifica, em pleno, o seu investimento. Foi em termos de espaço e conforto para os ocupantes dos lugares traseiros que o Focus não conseguiu esconder a sua idade, ao demonstrar ser menos interessante que os seus rivais, como o Renault Mégane ou o Volkswagen Golf.

Em termos de motorização, esta carrinha vinha equipada com a nova motorização 1.5 TDCi, um bloco criado a partir do conhecido 1.6 TDCi, que graças a diversas melhorias, permitiram à Ford cumprir as (cada vez mais) exigentes normas de emissões, sem precisarem de recorrer a aditivos como o AdBlue. É igualmente impressionante verificar como a Ford conseguiu, mesmo reduzindo a cilindrada, aumentar a potência disponível para 120 cavalos e 270 Nm de binário, disponível logo às 1750 rpm.

É tão estranho encontrar um motor com cilindrada inferior e revelar uma disponibilidade superior, mas tendo em conta que foi a Ford quem revolucionou o mercado dos pequenos motores a gasolina sobrealimentada, com o brilhante 1.0 EcoBoost, as dúvidas rapidamente se dissiparam. Em termos de consumos, esteve ao nível do esperado, com o computador de bordo a registar entre os 4 e os 6 litros por cada 100 km, dependendo do tipo percurso realizado. Falta apenas referir que, até ao final do mês de Março, a Ford tem em vigor um conjunto de campanhas para a gama Focus que incluí um desconto directo de 2.400 euros, ao qual acresce uma oferta de equipamento da lista de opções de fábrica no valor de 1.000 euros, e mais 1.845 euros adicionais caso opte pelo Financiamento Ford Crédito.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Ficha Técnica

Motor Prestações
Tipo Quatro cilindros em linha Velocidade Máxima 193 km/h
Capacidade 1499 cc Aceleração (0-100 km/h) 10,7 s
Potência 120 cv (3600 rpm) Consumos (litros/100 km)
Binário 270 Nm (1750 rpm) Cidade (anunciado) 4,3
Transmissão Estrada (anunciado) 3,4
Tracção Dianteira Média (anunciada) 3,8
Caixa Manual de seis velocidades Emissões Co2 99 g/km
Chassis Preço
Dimensões (Comp. / Alt. / Larg.) 4560 / 1492 / 1823 mm Valor base €24 192 (c/ descontos)
Peso 1365 Kg Valor viatura testada €27 589 (c/ descontos)
Bagageira 490 / 1516 litros I.U.C. €143.17
Detalhes
 
Marca
Combustível
Positivos

- Nível de equipamento
- Visual mais apelativo
- Interior mais bem organizado
- Disponibilidade do motor
- Campanhas em vigor

Negativos

- Espaço limitado para ocupantes
- Pouca evolução nos consumos

Pontuação Motor+
 
Design
7.5

 
Interior
6.5

 
Desempenho
7.0

 
Consumos
7.5

 
Equipamento
7.5

 
Preço
8.0

Pontuação Final
7.3

Vote
Pontuação do Leitor
 
Design
7.3

 
Interior
6.7

 
Desempenho
7.1

 
Consumos
6.6

 
Equipamento
7.3

 
Preço
5.3

Pontuação do Leitor
6pontuações
6.7

Acabou de pontuar

Resumo
 

Através de equipamentos como o sistema Ford SYNC 3 e novas motorizações, a gama Focus consegue assim manter-se actualizada e interessante, mantendo a característica dinâmica de condução. Porém, a idade da plataforma começa a pesar, especialmente face a rivais tão fortes como o Volkswagen Golf e Renault Mégane, que foram recentemente renovados e apresentam algumas das mais inovadoras tecnologias usadas no mercado.

Seja o primeiro a comentar!
 
Deixe um comentário

 

Deixe uma resposta