Cockpit
2685 visualizações 0 comentários

Lexus GS300h: Isolado do Mundo

por em 28 Outubro, 2014
 

Embora os seus rivais germânicos não sejam propriamente jóias sobre rodas, a gama GS da Lexus foi, no passado, uma espécie de patinho feio da marca de luxo do grupo Toyota. Isso, no entanto, mudou significativamente nos últimos anos, com a Lexus a revelar um empenho elevado em tornar os seus modelos bastante mais apelativos. Para demonstrar isso mesmo aceitei testar o novo GS300h, o modelo de entrada da gama GS, que como o nome lhe poderá indicar, recorre a uma motorização híbrida a gasolina.

Equipado com o nível F Sport, este GS ganha uma imagem mais desportiva e apelativa, que no entanto foi um pouco anulada pela pintura usada (adorava ver este conjunto em branco). Ainda assim são perfeitamente notórias as diferenças visuais entre esta versão e as restantes, com pormenores como os pára-choques desportivos, grelhas superiores e inferiores em formato de colmeia, as enormes jantes de liga leve de 19 polegadas e os excelentes faróis direccionais em LED, um extra que vale o investimento realizado. O resultado é um automóvel que se consegue impor no meio do trânsito sem no entanto dar demasiado nas vistas, ao contrário dos habituais BMW Série 5 com os seus Pack M e Audi A6 com Pack S-Line.

Assim que entrei no GS300h e fechei a porta, a sensação com que fiquei foi a de me ter imediatamente isolados do resto do mundo, tal é o conforto, o espaço e o silêncio que reina no seu interior. Este silêncio irá permanecer apenas enquanto andarmos em modo totalmente eléctrico e com o sistema de infoentretenimento desligado, algo que é um verdadeiro crime se tivermos em conta que estávamos na presença do sistema Premium Surround da Mark Levinson, composto por um palco optimizado com 7.1 canais e uma potência total de 835 Watts. Embora desconhecido para alguns, os sistemas da Mark Levinson são das melhores soluções de áudio de alto desempenho disponíveis para o mercado automóvel, oferecendo todas elas uma qualidade de som excepcional.

Para gerir todo este sistema temos um enorme ecrã LCD de 12,3 polegadas que permite reproduzir dois tipos de informação distinta ao mesmo tempo, como a navegação e o áudio ou a informação do funcionamento do sistema híbrido. Este possui uma boa resolução (não tão elevada quanto a utilizada nos ecrãs do sistema iDrive de topo da BMW), e é gerido a partir do já conhecido “joystick” da Lexus, que actua sobre um ponteiro, bem à semelhança de um rato para computador. De resto estão presentes todos os extras que poderíamos desejar, como os confortáveis estofos em pele (aquecidos e ventilados), volante desportivo F Sport (felizmente sem o fundo plano) em pele, bem como muitos outros elementos, revelando um interior de elevada qualidade e conforto a bordo.

Motor Mais

Esse conforto é auxiliado pelo funcionamento do sistema híbrido, que permite rolar de forma totalmente eléctrica até aos 64 km/h, embora por uma distância bastante curta, uma vez que a bateria de 192 células utiliza a tecnologia de Hidreto de Níquel Metálico (Ni-MH), sendo significativamente mais limitada que as baterias de iões de lítio (que são bem mais dispendiosas). Esta motorização 300h junta-se assim à 450h, tornando o Lexus GS o primeiro automóvel do mercado a oferecer duas soluções híbridas para a mesma carroçaria. Este 300h é composto pela junção de um bloco de quatro cilindros a gasolina, com 2,5 litros VVT-i de 181 cv com um motor eléctrico de 105 kW (143 cv), que em conjunto garantem uma potência combinada de 223 cv e 300 Nm de binário.

Poderá parecer pouco se tivermos em conta os 345 cv disponíveis para a versão mais potente, mas esta potência garante que o GS 300h se comporte de forma exemplar, seja a andar calmamente ou depressa, mesmo em estradas sinuosas, onde o excelente trabalho realizado na suspensão garante um bom comportamento dinâmico sem prejudicar minimamente o conforto de todos os ocupantes a bordo.

Auxiliado por uma caixa de variação contínua que teima em fazer o motor “gritar” quando se exige demasiado do mesmo, na grande maioria das situações raramente irá notar o som do motor, uma vez que este Lexus foi feito para andar calmamente, como um automóvel diplomático, sendo que este tipo de condução acaba sempre por recompensar o condutor com consumos baixos, que estiveram sempre abaixo dos 6,0 litros, mesmo andando em cidade.

Dentro das quatro versões disponíveis, é a F Sport aquela que nos consegue captar a imediata atenção, mas é também aquela que aumenta significativamente o preço do veículo para os €64 300, um valor significativamente alto se tivermos em conta que o GS 300h começa nos €52 950.

Motor Prestações
Tipo Quatro cilindros em linha + Motor eléctrico Velocidade Máxima 190 km/h
Capacidade 2495 cc Aceleração (0-100 km/h) 9,2 s
Potência 223 cv (valor combinada) Consumos (litros/100 km)
Binário 300 Nm (valor combinado) Urbano (anunciado) 5,0
Transmissão Extra-urbano (anunciado) 4,9
Tracção Traseira Combinado (anunciada) 5,0
Caixa Automática devariação contínua Emissões CO2 115 g/km
Chassis Preço
Dimensões (Comp. / Larg. / Alt.) 4850 / 1840 / 1455 mm Valor base €52 950
Peso 1905 kg Valor viatura testada €64 300
Bagageira 468 litros I.U.C. €196.25
Detalhes
 
Marca
Combustível
Positivos

- Conforto a bordo
- Qualidade de som do sistema Mark Levinson
- Aspecto agressivo do kit F Sport

Negativos

- Ainda assim passa despercebido no trânsito
- Caixa automática de variação contínua obriga o motor a "gritar" quando se exige do mesmo

Pontuação Motor+
 
Design
9.5

 
Interior
9.5

 
Desempenho
8.5

 
Consumos
9.0

 
Equipamento
9.0

 
Preço
8.0

Pontuação Final
8.9

Vote
Pontuação do Leitor
 
Design
7.3

 
Interior
7.7

 
Desempenho
8.0

 
Consumos
9.4

 
Equipamento
9.3

 
Preço
8.1

Pontuação do Leitor
5pontuações
8.3

Acabou de pontuar

Resumo
 

O Lexus GS é um automóvel que pretende cumprir as funções de uma viatura diplomática, ao oferecer espaço, conforto e uma grande qualidade de vida a bordo do mesmo. Dentro das quatro versões disponíveis, é a F Sport aquela que nos consegue captar a imediata atenção, mas é também aquela que aumenta o preço para os €64 300, um valor significativamente alto se tivermos em conta que o preço base deste GS 300h começa nos €52 950.

Seja o primeiro a comentar!
 
Deixe um comentário

 

Deixe uma resposta