Cockpit
1472 visualizações 0 comentários

Mercedes-Benz CLA 250 Sport – A escolha certa

por em 18 Maio, 2016
 

A gama de modelos compactos da Mercedes-Benz tem gozado, desde o lançamento das actuais gerações, de um sucesso foram do comum, tendo este sido fundamental para o grupo Daimler estar a gozar de um período de 38 meses consecutivos de recordes de vendas, tendo 2015 sido o melhor ano de sempre da marca, com 2016 a registar valores ainda superiores, face ao mesmo período do ano anterior.

Apesar de um elevado sucesso, a Mercedes-Benz optou por renovar a gama de compactos aos poucos, tendo o Classe B sido o primeiro a receber as últimas actualizações já na fase final de 2014, com o Classe A a receber essas actualizações durante o Verão do ano passado. Já o CLA, que foi revelado no início do ano durante o Salão Automóvel de Nova Iorque, só deverá chegar ao mercado nacional durante o mês de Julho, razão pelo qual não conseguimos ainda obter a versão mais recente do coupé de quatro portas da Mercedes-Benz para ensaio.

Mas, ainda assim, não fiquei nada insatisfeito quando do outro lado do telefone me indicaram que tinham em parque de imprensa uma versão CLA 250 Sport, ao qual respondi com uma pergunta “é diesel ou a gasolina?”, tendo recebido a resposta que mais desejava: “gasolina, obviamente”. Boa, venha ele…

MB CLA250S_09

Como deve imaginar, trata-se da versão a gasolina mais potente da gama, sem ser a versão AMG, sendo esta (o 250 Sport) composto por um bloco de quatro cilindros e dois litros turbo com 210cv de potência e 350Nm de binário máximo, disponível entre as 1200 e 4000rpm, uma faixa de utilização significativamente mais longa do que numa motorização diesel. Esta motorização, associada a uma eficaz caixa manual de seis velocidades, garante um gozo pouco habitual para um automóvel “não AMG”.

Ok, afinal tem alguns toques AMG, mas estes são meramente estéticos, como os para-choques desportivos à frente e atrás, a grelha de diamantes, as jantes de cinco raios de 18 polegadas AMG, suspensão desportiva, escape desportivo (faz um ruído apelativo, mas longe do exagero da versão 45 AMG), e no interior os bancos desportivos com cintos de segurança encarnados, entre muitos outros elementos.

No final, se juntarmos estes elementos adicionais ao já de si brilhante design do CLA original, e terá um dos coupés de quatro portas mais invulgar e desejado do mercado, razão pelo qual outros fabricantes o decidiram imitar, mas sem o mesmo brilhantismo que a Mercedes-Benz. Apesar de se tratar de um modelo de tracção dianteira, este oferece um comportamento dinâmico surpreendente, ao nível dos seus rivais directos, ou equivalentes (como o Volkswagen Golf GTI).

Este slideshow necessita de JavaScript.

Se está preocupado com os consumos, não esteja, isto pelo menos tendo em conta a utilização de uma condução normal, calma e dentro dos limites de velocidades legais, caso contrário, espere um ligeiro aumento nos consumos, podendo estes chegar, em casos pontuais, aos dois dígitos. É pena, pois ouvir o escape desportivo quando puxamos por este motor de dois litros acaba por ser algo viciante…

Motor Prestações
Tipo Quatro cilindros em linha turbo Velocidade Máxima 240 km/h
Capacidade 1991 cc Aceleração (0-100 km/h) 6,7 s
Potência 211 cv (5500 rpm) Consumos (litros/100 km)
Binário 350 Nm (1200 rpm) Urbano (anunciado) 8,4
Transmissão Extra-urbano (anunciado) 4,7
Tracção Dianteira Combinado (anunciada) 6,1
Caixa Manual de 6 velocidades Emissões Co2 142 g/km
Chassis Preço
Dimensões (Comp. / Larg. / Alt.) 4850 / 1840 / 1455 mm Valor base €51.100
Peso 1480 kg Valor viatura testada €57.571
Bagageira 470 litros I.U.C. €230.49
Detalhes
 
Positivos

- Estética apaixonante
- Disponibilidade do motor
- Ambiente a bordo
- Comportamento dinâmico

Negativos

- Preço dos extras
- Consumos em andamentos rápidos

Pontuação Motor+
 
Design
9.5

 
Interior
9.0

 
Desempenho
8.0

 
Consumos
7.0

 
Equipamento
8.0

 
Preço
7.0

Pontuação Final
8.1

Vote
Pontuação do Leitor
 
Design
7.7

 
Interior
7.6

 
Desempenho
8.7

 
Consumos
7.8

 
Equipamento
3.7

 
Preço
6.3

Pontuação do Leitor
6pontuações
7.0

Acabou de pontuar

Resumo
 

Esta continua a ser, para mim, a melhor combinação para extrair o máximo das brilhantes linhas deste coupé de quatro portas da Mercedes, o Pack AMG. Se a esta combinação juntarmos uma motorização a gasolina, potente e entusiasmante como esta, esqueça lá o diesel, esta é a versão que merece ser comprada.

Seja o primeiro a comentar!
 
Deixe um comentário

 

Deixe uma resposta