Cockpit
917 visualizações 0 comentários

Skoda Octavia Break RS 230 – Lobo em pele de Cordeiro

por em 19 Julho, 2016
 

Há automóveis que o seu visual desvenda logo o seu propósito, como o modelo cujo ensaio foi publicado ontem (Honda Civic Type R), mas existem outros que, pelo menos para mim, dão um gozo maior por passarem despercebidos à grande maioria dos condutores, muitos deles distraídos na rotina diária, e que só se apercebem de que foram ultrapassados por um automóvel fascinante quando ouvem o som e vislumbram o logótipo RS na traseira desta carrinha.

Trata-se da nova Skoda Octavia Break RS 230, um modelo que embora não seja propriamente novo, estreia uma motorização mais poderosa, o mesmo 2.0 TSI que equipa o Volkswagen Golf GTI Performance. Mas mais do que o motor, que na realidade apenas ganha 10cv de potência, está o elevado nível de equipamento, que foi reforçado para o nosso mercado, como forma de justificar o aumento de preço face à versão RS “normal”, como a caixa de dupla embraiagem DSG de série, diferencial autoblocante (fundamental para uma excelente tracção em andamentos mais agressivos), entre outros.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Visualmente só os mais atentos irão reparar nos pormenores adicionais a preto, como a grelha, as capas dos espelhos retrovisores externos, as molduras dos vidros nas laterais, as barras do tejadilho e as jantes de 19 polegadas Xtreme de desenho exclusivo para este modelo. Destaque para o facto de, para Portugal, esta versão só estar disponível enquanto carrinha, ao contrário de outros países europeus, devido à maior procura desta versão no território nacional, onde a berlina teima em não ser tão apreciada quanto a break.

No interior encontramos um misto de ambiente desportivo e prático, algo típico da Skoda, não fosse esta a marca do “Simply Clever”. Basta ver a presença de locais de arrumação por debaixo das autênticas backets desportivas todas em pele (e com logótipo RS embutido nos encostos de cabeça), pelos enormes compartimentos de arrumação ao longo de todo o veículo, como nas forras das portas que permitem transportar garrafas de água de 1,5 litros, ou pelos acessórios como as redes que permitem organizar a enorme bagageira, que continua a ser uma referência no segmento, com os seus 610 litros de capacidade, que podem ser ampliados para os 1740 litros, através do rebatimento dos bancos traseiros.

Não há como enganar, esta carrinha Skoda é o automóvel perfeito para o dia-a-dia, pois usando o botão RS que ajusta o modo de condução entre o Normal e o Performance, é possível desfrutar de todo o potencial deste conjunto carroçaria/motor, sendo este ajudado pela brilhante suspensão desportiva que, ainda assim, garante um excelente conforto para todos os ocupantes quando utilizada de forma mais recatada. Mantendo o modo de condução em Normal, terá ainda assim um automóvel muito rápido, mas suficientemente mais calmo de forma a permitir realizar médias de consumo mais próximas do anunciado pelo fabricante (embora estas sejam impossível de atingir).

Este slideshow necessita de JavaScript.

Ficha Técnica

Motor Prestações
Tipo Quatro cilindros em linha Velocidade Máxima 245 km/h
Capacidade 1984 cc Aceleração (0-100 km/h) 7,0 s
Potência 230 cv (4700 rpm) Consumos (litros/100 km)
Binário 350 Nm (1500 rpm) Cidade (anunciado) 8,4
Transmissão Estrada (anunciado) 5,5
Tracção Dianteira Média (anunciada) 6,5
Caixa Dupla embraiagem de seis velocidades Emissões Co2 147 g/km
Chassis Preço
Dimensões (Comp. / Alt. / Larg.) 4685 / 1452 / 1814 m Valor base €40 187
Peso 1487 Kg Valor viatura testada €41 474
Bagageira 610 – 1740 litros I.U.C. €230.49
Detalhes
 
Marca
Combustível
Positivos

- Estética atraente, mas discreta
- Comportamento
- Espaços de arrumação e organização

Negativos

- Consumos em modo Performance

Pontuação Motor+
 
Design
8.0

 
Interior
9.0

 
Desempenho
8.5

 
Consumos
8.0

 
Equipamento
8.5

 
Preço
9.0

Pontuação Final
8.5

Vote
Pontuação do Leitor
 
Design
10

 
Interior
5.5

 
Desempenho
8.0

 
Consumos
6.2

 
Equipamento
10

 
Preço
6.6

Pontuação do Leitor
1pontuação
0.0

Acabou de pontuar

Resumo
 

Esta Skoda Octavia Break RS 230 tem tudo o que alguma vez precisará numa carrinha, uma estética atraente, mas discreta, espaço (muito) para todos os ocupantes e bagagens, conforto e, sempre que precisar, um excelente desempenho, tanto em termos de motor como em termos de dinâmica de chassis. O equipamento de série desta versão torna o investimento adicional mais do que justificável.

Seja o primeiro a comentar!
 
Deixe um comentário

 

Deixe uma resposta