Cockpit
818 visualizações 0 comentários

DS 3 Sport Chic 1.6 THP 156 – Renovação esperada

por em 12 Outubro, 2016
 

Foi durante o salão de Genebra, em Março do presente ano, que a DS Automobiles revelou a aguardada renovação do seu modelo de entrada, o pequeno DS 3, que passou assim a fazer parte exclusiva da família DS, abandonando todas as referências anteriormente existentes à marca “mãe”, a Citroën.

Com esta renovação, além do desaparecimento do símbolo de duplo Chevron na grelha, o novo DS 3 passou a dispor de uma grelha de grandes dimensões designada de DS Wings, com um formato que consegue, de certa forma, assemelhar-se à grelha usada pelo Audi Q3, com a moldura cromada, que está associada à secção inferior das ópticas dianteiras.

Esta grelha obrigou ao redesenhar do spoiler dianteiro, bem como à integração de novos faróis adicionais de nevoeiro, que além de mais pequenos, têm a particularidade de recorrer à tecnologia LED, algo já usado nas ópticas principais, em conjunto com as lâmpadas em Xénon.

As alterações a nível de exterior depreendem ainda novas combinações entre as cores principais da carroçaria e o tejadilho, com a introdução de um vermelho Rouge Arden para a carroçaria e o Brun Topaze para o tejadilho. Passa a estar disponível ainda 10 stickers decorativos, 10 cores para as caixas dos espelhos retrovisores e 15 jantes de liga leve, de 16 e 17 polegadas, como é o caso deste modelo do parque de imprensa.

À semelhança do exterior, também o interior foi renovado, embora visualmente sejam os bancos o elemento que revela melhor as novidades. Estão disponíveis novos materiais e equipamentos, sendo de destacar o excelente acabamento em pele dos novos bancos desportivos, com um padrão muito elegante, que parece ser proveniente de um modelo de segmento superior.

Em termos de equipamentos, destaque para o ar condicionado que passa a ser controlado pelo novo ecrã do sistema de infoentretenimento de 7 polegadas (táctil), que permite ainda receber o sistema de navegação e a sempre útil câmara de estacionamento traseira (este modelo não possuía sensores de estacionamento). Este sistema tem a particularidade de receber um menu actualizado com um grafismo mais atraente, e a possibilidade de se ligar ao seu dispositivo móvel através do suporte aos sistemas Apple CarPlay e MirrorLink, embora não tenha conseguido colocar este último sistema a funcionar, embora tenha experimentado quatro dispositivos Android distintos (Sony, Samsung, Laiq e BQ).

Em termos de motorização, o novo DS 3 passa a estar disponível com oito soluções, três versões PureTech de três cilindros com 82, 110 e 130 cavalos de potência, 1.6 THP a gasolina de quatro cilindros com 165 e 208 cv, e os diesel BlueHDi de 100 e 120 cavalos. A versão que testámos é aquela que nos parece ser a mais equilibrada, para quem procura tornar este DS 3 num veículo distinto, o 1.6 THP de 156 cavalos, pois oferece toda a potência que alguma vez precisará para uma utilização quotidiana, oferece consumos contidos com uma condução equilibrada e uma agradabilidade impossível de obter com as motorizações diesel, no que toca a ruído e vibrações sentidas no habitáculo.

Em termos de comportamento, este modelo mantém as características que já conhecíamos do anterior DS 3, sendo bastante previsível em situações limite, demonstrando claramente o porquê deste chassis suportar a motorização de 208 cavalos. Apesar da posição de condução não ter sido a melhor (embora existam modelos piores, como o Fiat 500), os novos bancos revelaram ser bastante confortáveis, oferecendo ao mesmo tempo o apoio necessário para alguns abusos.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Ficha Técnica

Motor Prestações
Tipo Quatro cilindros em linha Velocidade Máxima 218 km/h
Capacidade 1598 cc Aceleração (0-100 km/h) 8,1 s
Potência 156 cv (6000 rpm) Consumos (litros/100 km)
Binário 240 Nm (1400 rpm) Urbano (anunciado) 7,1
Transmissão Extra-urbano (anunciado) 4,6
Tracção Dianteira Combinado (anunciada) 5,6
Caixa Manual de seis velocidades Emissões CO2 129 g/km
Chassis Preço
Dimensões (Comp. / Larg. / Alt.) 3954 / 1715 / 1483 mm Valor base €25 613
Peso 1075 kg Valor viatura testada €28 213
Bagageira 285 litros I.U.C. €165.32

Mais artigos para si



Detalhes
 
Combustível
Positivos

- Visual mais exclusivo
- Melhores acabamentos
- Comportamento

Negativos

- Posição de condução
- Preço

Pontuação Motor+
 
Design
7.5

 
Interior
7.0

 
Desempenho
7.5

 
Consumos
7.0

 
Equipamento
8.0

 
Preço
6.5

Pontuação Final
7.3

Vote
Pontuação do Leitor
 
Design
9.0

 
Interior
8.5

 
Desempenho
9.0

 
Consumos
8.2

 
Equipamento
8.0

 
Preço
6.0

Pontuação do Leitor
1pontuação
8.1

Acabou de pontuar

Resumo
 

O novo DS 3 recebe as alterações esperadas, especialmente tendo em conta o que sucedeu com os restantes modelos da marca (DS 4 e DS 5) com a “declaração e independência” da DS Automobiles da Citroën. Mais personalizável, melhores acabamentos e um visual mais exclusivo tornam este modelo mais apetecível, mas o preço pedido poderá leva-lo a ponderar soluções similares noutras marcas, como o Audi A1 ou Mini One.

Seja o primeiro a comentar!
 
Deixe um comentário

 

Deixe uma resposta