Cockpit
4723 visualizações 0 comentários

Fiat 500 GPL Lounge: Guia para um dia cool

por em 2 Outubro, 2014
 

Todos nós sabemos que o 500 é um automóvel com um design cativante, o que já lhe valeu alguns prémios, entre eles o Compasso d’Oro ADI (o mais antigo e prestigiado prémio de design da Europa), num total de mais de 40. Mas para o cavalheiro que contempla a compra de um destes modelos nada mais importante do que dizer que as mulheres adoram este citadino italiano. Todas, sem excepção, com quem contactei durante este ensaio se mostraram rendidas às linhas curvas que pontuam por todo ele, falaram dos acabamentos brilhantes, do design dos vários comandos, enfim, não existia nada que lhes desagradasse, a não ser o preço.

Ora se o meu caro amigo pretende ter em mãos um “chick magnet”, ou, em português, “um carro para travar amizades”, a aposta no Fiat 500 é ganhadora. E consegue ainda um trunfo extra: se optar pelo modelo animado pelo motor 1.2 capaz de consumir gasolina e GPL revela toda a sua consciência ambiental. Junte a isto um daqueles bigodes da moda, um iPhone 6 no bolso e um fatinho de uma qualquer marca com loja na Avenida da Liberdade e está pronto para a acção.

_MG_0808_1 (Small)

Tenha calma, não é dessa acção que estou a falar, até porque, num 500, teria de ter algumas capacidades contorcionistas para poder levar a sua avante, assim como uma parceira assaz flexível, pois o espaço não abunda. O que me leva a uma questão importante: a posição ideal de condução é muito difícil de encontrar. O volante só regula em altura, algo que o banco do condutor não faz, pois quando a parte da frente da base desce, a de trás sobe, e vice-versa, quase como um balancé. E o comando também está numa posição menos boa, sendo por vezes confundido com o travão de estacionamento. É verdade que ter mais de um metro e oitenta e quatro e pesar ligeiramente acima dos 100 kg pode ter tido alguma influência nesta dificuldade, mas não creio que tenha sido só isso. O próprio habitáculo me pareceu algo acanhado e foi necessária alguma ginástica para não andar sempre com o braço de fora da janela quando conduzia.

Mas adiante, que você certamente está em boa forma física. Se quiser marcar ainda mais pontos, leve a sua companhia de ocasião a almoçar à beira-rio. Não se preocupe com o trânsito porque o 500 é ágil q.b. e serpenteia com facilidade entre os demais utentes da via, isto desde que mantenha o regime do motor perto das 3000 rpm, altura em que dispõe da totalidade dos 102 Nm fornecidos por este motor. Em seguida, fale-lhe das virtudes ecológicas e económicas do consumo de GPL enquanto leva a sua mão para perto do comando da caixa de velocidades e a deixa deslizar um pouco mais para baixo… alcançando o comutador entre a gasolina e o GPL. Troque de combustível em andamento e refira-lhe que não se notam diferenças nas prestações. Vai parecer um entendido na matéria.

_MG_0819 (Small)

Impressione-a ainda mais ao estacionar com facilidade em qualquer local, afinal a cidade é o ambiente de eleição do 500. No entanto, não caia no erro de passar uma tarde às compras com a sua amiga: os 165 litros de capacidade disponíveis na bagageira quase de certeza não serão suficientes para acomodar todos os sacos e terá de recorrer ao banco traseiro para os depositar, o que, convenhamos, não é muito cool.

Depois do almoço, nada como aproveitar estes últimos dias de calor e dar um saltinho à praia. Mas escolha uma que seja servida por uma estrada com curvas mais apertadas. Já sabe, mantenha o regime do motor perto das 3000 rpm e pode fazer uma condução mais empenhada, para a impressionar com os seus dotes de piloto. Não se preocupe demasiado, pois o ABS, o EBD e o controlo de tracção e estabilidade (opcional sem custo, de acordo com o site da Fiat) garantem que não faça nada de que se possa arrepender. Se ela começar a ficar com algum receio, fale-lhe dos sete airbags instalados e da barra antioscilação montada no eixo traseiro, tudo para que esteja mais segura (omita, no entanto, que existe um airbag para os joelhos do condutor e para os dela não). Quando chegarem, deixem-se ficar um pouco dentro do automóvel. Use o sistema Blue & Me e coloque uma música mais calma. Abra a cortina do tecto em vidro e revele uma vista mais panorâmica. Depois use o ar condicionado (manual, o automático é opcional) para que a temperatura não fique muito elevada. Ou então não…

_MG_0813 (Small)

Quando forem horas de regressar a casa, ocupe o tempo da viagem com um resumo das qualidades deste Fiat 500. É um modelo puramente citadino, que tem nesta nova motorização um trunfo extra para o mercado, cada vez mais consciente do preço dos combustíveis e da preservação do ambiente (não se esqueça de referir que o GPL custa quase metade do que custa a gasolina). O facto de a legislação agora permitir estacionar em parques subterrâneos é também um trunfo, o mesmo acontecendo com aquele pequeno autocolante verde colocado no canto inferior direito do pára-brisas em que ela ainda não tinha reparado. Mais uma oportunidade para marcar pontos. Aquele inestético dístico azul de tamanho XL foi substituído por este pequeno de cor verde. Serve na mesma para indicar que o motor 1.2 de 69 cv pode consumir GPL, mas fá-lo de forma mais subtil.

Fale também dos consumos. Diga-lhe que os anunciados são de 5,1 l/100 km a gasolina e 6,6 l/100 km a GPL e explique que quando circula a GPL gasta mais mas que isso é compensado com o preço do combustível. Se ela perguntar quanto é que está a gastar invente uma desculpa. É que, tal como acontece nos modelos com estas características, o computador de bordo não exibe o consumo de combustível, nem médio nem instantâneo. Fale-lhe antes do facto de não ter um pneu suplente, pois no seu lugar está o depósito de GPL, antes tendo um kit antifuro. Pensando melhor, não lhe diga nada disto, não vá ela ficar com medo de terem um furo e ficarem perdidos no meio do nada…

Chegado a casa dela, aceite o convite para subir (se ela o fizer) e beber um copo. Mas nunca deixe a chave sair do seu bolso ou da sua vista, pois, depois de um dia a elogiar este 500, não me admiraria nada se ela fugisse com ele e o deixasse a pé… o que não seria nada cool!

Motor Prestações
Tipo 4 cilindros gasolina+GPL Velocidade Máxima 160 km/h
Capacidade 1242 cc Aceleração (0-100 km/h) 12,9 s
Potência 69 cv Consumos (litros/100 km)
Binário 102 Nm Urbano (anunciado) 8,2 / 6,4 (GPL/Gasolina)
Transmissão Extra-urbano (anunciado) 5,6 / 4,3 (GPL/Gasolina)
Tracção Dianteira Combinado (anunciado) 6,6 / 5,1 (GPL/Gasolina)
Caixa Mnual de 5 + m.a. Emissões CO2 106 / 119 g/km (GPL/Gasolina)
Chassis Preço
Dimensões (Comp. / Larg. / Alt.) 3546 / 1627 / 1488 mm Valor base €17 600
Peso 1416 kg Valor viatura testada €18 200
Bagageira 467-1342 litros I.U.C. €98,80

Mais artigos para si



Detalhes
 
Marca
Combustível
Positivos

Design, Factor ambiental

Negativos

Regulações do banco e do volante

Pontuação Motor+
 
Design
8.5

 
Interior
7.5

 
Desempenho
7.0

 
Consumos
7.0

 
Equipamento
7.5

 
Preço
8.0

Pontuação Final
7.6

Vote
Pontuação do Leitor
 
Design

 
Interior

 
Desempenho

 
Consumos

 
Equipamento
4.5

 
Preço

Pontuação do Leitor
0.0

Acabou de pontuar

Resumo
 

Um automóvel com design italiano e com uma forte componente ambiental... ser hipster nunca foi tão fácil...

Seja o primeiro a comentar!
 
Deixe um comentário

 

Deixe uma resposta