Cockpit
499 visualizações 0 comentários

Opel Karl FlexFuel – Resistente no segmento

por em 14 Setembro, 2017
 

Com o desaparecimento da versão GPL do novo Kia Picanto, o Opel Karl acabou por se tornar num dos poucos modelos citadinos disponível com GPL no mercado nacional (em conjunto com o Hyudai i10), através da sua versão Karl FlexFuel. Este modelo tem a vantagem de manter praticamente todas as qualidades do Karl original, como o peculiar espaço a bordo para todos os ocupantes, bem maior do que as medidas exteriores poderiam transparecer, com todas as vantagens associadas à utilização de um sistema de GPL, ainda para mais sendo este montado de fábrica.

No que toca às vantagens, estas recaem não só no menor custo de utilização e de aquisição, mesmo face a veículos eléctricos (caso estes utilizem o plano de aluguer de baterias), com a vantagem de oferecer maior autonomia (graças ao uso combinado de depósito de gasolina com GPL), enchimento relativamente rápido do depósito de GPL, o custo do combustível e a menor produção de emissões poluentes, como monóxido e dióxido de carbono, hidrocarbonetos não queimados, óxidos de azoto, entre outros.

Recorrendo à motorização 1.0 de três cilindros a gasolina, baseada no brilhante 1.0 EcoTec Turbo utilizado no Corsa e Adam, este motor recebe assim um sistema de injecção do GPL, mantendo praticamente o mesmo desempenho que quando usado com gasolina. Tecnicamente a potência reduz dos 75 para 73 cavalos, e o binário de 95 para 92 Nm, quando usado em GPL, embora, ao volante, seja quase imperceptível a diferença no comportamento entre o uso dos dois combustíveis.

Este slideshow necessita de JavaScript.

O único inconveniente desta versão prende-se com a perda de alguma da capacidade da bagageira para os 215 litros, valor esse que pode ser ampliado para os 958 litros, quando usar os bancos traseiros rebatidos. A razão desta perda deve-se à colocação do depósito de GPL no compartimento da roda sobressalente, tendo este uma capacidade de 24,8 litros, o suficiente para garantir ao Adam uma autonomia combinada superior a 1000 quilómetros.

Tudo o resto, nesta versão FlexFuel, é igual ao Opel Karl tradicional, como o visual com as linhas simples, surpreendente qualidade de construção (com plásticos sólidos), e toda a vertente tecnológica disponível, como sistema de arranque em subidas, câmara dianteira com aviso de saída de faixa, função de luz de curva integrada nos faróis de nevoeiro, direcção assistida com função City, entre outros serviços.

O Karl pode ainda receber sistemas de infoentretenimento mais avançados, como o assistente OnStar e o sistema IntelliLink, que permite a utilização das plataformas Apple CarPlay e Android Auto, algo que infelizmente não conseguimos testar pelo facto de a viatura de ensaio não vir equipada com sistema IntelliLink. Este modelo vinha equipado com o Pack Style Estrutural, que além de aumentar o nível de ajuste do banco do condutor em quatro vias, adiciona os faróis de nevoeiro dianteiros (com o já referido sistema de luz de curva integrada), e as jantes de 15 polegadas, que sempre conferem um visual mais apelativo que as originais de aço de 14 polegadas com tampões.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Ficha Técnica

Motor Prestações
Tipo Três cilindros em linha Velocidade Máxima 170 km/h
Capacidade 999 cc Aceleração (0-100 km/h) 14,9 s
Potência (gasolina / GPL) 75 / 73 cv (5200 rpm) Consumos (litros/100 km)
Binário (gasolina / GPL) 95 / 92 Nm (1500 rpm) Urbano (anunciado) 5,7
Transmissão Extra-urbano (anunciado) 4,0
Tracção Dianteira Combinado (anunciada) 4,6
Caixa Manual de cinco velocidades Emissões CO2 (gasolina / GPL) 106 / 93 g/km
Chassis Preço
Dimensões (Comp. / Larg. / Alt.) 3675 / 1876 / 1485 mm Valor base €13 290
Peso 1034 kg Valor viatura testada €13 640
Bagageira 215 – 958 litros I.U.C. €100.08
Detalhes
 
Marca
Combustível
Positivos

- Funcional
- Espaço a bordo
- Qualidade de construção
- Custos de utilização baixos

Negativos

- Desejo demasiado sóbrio

Pontuação Motor+
 
Design
6.0

 
Interior
7.5

 
Desempenho
7.0

 
Consumos
8.5

 
Equipamento
8.0

 
Preço
9.0

Pontuação Final
7.7

Vote
Pontuação do Leitor
 
Design
3.5

 
Interior
8.5

 
Desempenho
6.0

 
Consumos
6.2

 
Equipamento
0.0

 
Preço
8.9

Pontuação do Leitor
2pontuações
5.5

Acabou de pontuar

Resumo
 

Com a chegada da versão FlexFuel, o Opel Karl torna-se assim num dos únicos automóveis do segmento a ainda oferecer uma versão a GPL, com todas as vantagens a que esta motorização lhe pode ser associada, como baixo custo de utilização e redução das emissões. Mantém, tal como o Karl tradicional, alguma limitação em termos de visual e possibilidades de personalização, especialmente tendo em conta os principais rivais do segmento, que estão, cada vez mais, a apostar na personalização para conquistarem uma clientela cada vez mais jovem.

Seja o primeiro a comentar!
 
Deixe um comentário

 

Deixe uma resposta