Secções

Notícias

Ensaios

Notícias

Rolls-Royce revela Dawn

São raras as ocasiões em que a Rolls-Royce lança um novo modelo, razão pelo qual o lançamento do novo Dawn, que decorreu no Salão de Frankfurt, acabou por se revelar como um marco para o fabricante britânico pertencente ao grupo BMW.

Baseado no Wraith, este descapotável de luxo de quatro lugares utilizará 80% de novos componentes, sem que isso implique alterar os padrões de qualidade que sempre marcaram a história da marca, bem como o design clássico dos seus modelos, embora se verifique uma significativa redução de peso na carroçaria.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Esteticamente o novo Dawn não tem problemas em identificar-se como sendo um Rolls-Royce, embora a proeminente grelha do radiador tenha sido rebaixada e o pára-choques aumentado, face ao Wraith que serviu de base para este modelo.

Claramente destinado a um público mais jovem, mas que ainda assim deseja ter o que de melhor existe na indústria em termos de classe, luxo e exclusividade, este modelo possui uma traseira claramente inspirada nos barcos de madeira, com a utilização de um compartimento de arrumação da cobertura de lona feito em madeira, demorando esta apenas 20s para abrir totalmente.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Recorrendo a uma configuração de 2+2, são incontáveis as aplicações em madeira e couro da melhor qualidade, sem esquecer elementos que complementam o excelente bem estar a bordo do Dawn, como ar condicionado de quatro zonas, sistema de som Bespoke com 16 altifalantes individuais com inserções cromadas.

Para deslocar este descapotável, a Rolls-Royce aplicou um 6.6 V12 biturbo de 571cv de potência e 780Nm de binário, disponível logo a partir das 1500rpm, o que garante uma aceleração de apenas 4.9s para atingir os 100km/h, e uma velocidade máxima de 250km/h, limitada electronicamente.

Gustavo Dias