Secções

Notícias

Ensaios

Notícias

Volvo bate dois recordes do mundo com o camião The Iron Knight de 2400 cavalos

Recorda-se do camião Volvo Mean Green, que em 2012 tinha batido o recorde de velocidade ao atingir os 236.5 km/h? Pois bem, a Volvo decidiu criar um camião ainda mais impressionante, o The Iron Knight, que além de ser 1000kg mais leve, utiliza uma cabine em fibra de vidro optimizada aerodinâmicamente e colocada sobre um chassis suficientemente rígido para suportar as forças do monstruoso motor Volvo D13 derivado dos modelos utilizados pelos camiões Volvo FH tradicionais.

O The Iron Knigh, desenvolvido pela equipa de técnicos, engenheiros e designers da Volvo Trucks, utiliza como base o bloco D13 de seis cilindros em linha e 12,8 litros de capacidade, que apesar de na versão de produção gerar apenas 540 cavalos de potência, neste caso em concreto, ao receber um gigantesco intercooler refrigerado a água e quatro turbocompressores, passa a debitar 2400 cavalos e um binário máximo de 6000 Nm.

Para lidar com toda esta potência, a Volvo optou por usar um componente igual ao utilizado pelos seus modelos de estrada, a nova I-Shift Dual Clutch de dupla embraiagem, que recebeu como única modificação uma embraiagem reforçada, de forma a permitir suportar o elevado binário de 6000 Nm gerado pelo motor D13 modificado.

Volvo The Iron Knight_07

Mas a razão pelo qual este verdadeiro monstro do asfalto foi criado foi apenas uma, o de bater todos os recordes possíveis com uma só tentativa. Para tal foi necessária a devida fiscalização por técnicos, para uma posterior homologação pela FIA (Federação Internacional do Automóvel). Segundo Claes Nilsson, Presidente e CEO da Volvo Trucks: “O The Iron Knight é a forma perfeita de demonstrar a competência e a potência inovadora da Volvo Trucks. Ao mesmo tempo, o nosso objetivo é gerar novas ideias de soluções técnicas e de design. A intenção é transferir algumas dessas ideias para os nossos camiões de produção em série”.

Já a nível de engenharia, Niklas Öberg, Engenheiro de testes da Volvo Trucks afirmou que: “Para bater um recorde mundial de velocidade, o desempenho deverá ser excecional. A I-Shift Dual Clutch é a melhor caixa de velocidades possível para a tarefa, dado que mantém o binário nas rodas motrizes durante mudanças de velocidade, como acontece com um carro de corridas. Graças a isso, o The Iron Knight pode acelerar sem perder tempo vital durante mudanças de velocidade”.

Por fim, em termos visuais, Nigel Atterbury, Designer Principal da Volvo Trucks disse que: “O The Iron Knight é um tributo ao Volvo FH. A sua tecnologia e design completam-se em cada detalhe, da grelha dianteira às saias laterais, desempenhando uma função precisa. “A cabina é feita em fibra de vidro e foi concebida para reduzir a resistência aerodinâmica ao mínimo absoluto. As saias laterais dão ao camião uma postura impressionante com as grandes condutas de ar que alimentam o motor com ar para arrefecimento. O The Iron Knight tem um design atrativo e poderoso inspirado no atual Volvo FH. Basta olhar para o veículo para perceber que é um camião realmente rápido. Mesmo quando está parado, parece estar em movimento”.

This slideshow requires JavaScript.

Para obterem o resultado desejado, a Volvo Trucks voltou a contar com o conhecido piloto de corridas de camiões Boije Ovebrink, que já tinha sido o autor dos anteriores recordes ao volante do Mean Green. Com o The Iron Knight, Boije Ovebrink tentou bater o recorde do mundo em duas categorias: 500 e 1000 metros com arranquem tendo o resultado sido, como pode ver pelo vídeo no final, um autêntico sucesso. Para os 500 metros, o The Iron Knight conseguiu apenas 13,710 segundos, a uma velocidade de 73.523 km/h, e os 1000 metros com 21.290 segundos, a uma velocidade de 162.329 km/h. Em termos de velocidade máxima, o Iron Knight atingiu os 276 km/h, velocidade essa que não foi fiscalizada.