Secções

Notícias

Ensaios

Ensaios

BMW 220d Grand Tourer xDrive – Chegar, vir e vencer!

Se pensava que já tinha visto tudo da parte da BMW, está na altura de ser surpreendido, desta vez com uma estreia na marca, um monovolume premium de sete lugares. Poderá dizer que, pelo nome e pelo formato, que esta não é, na realidade, uma estreia, mas se está a pensar no Série 2 Active Tourer, digamos que está apenas meio certo.

Baseado nesse mesmo modelo, o novo Série 2 Grand Tourer partilha inúmeros elementos e componentes, a começar pela plataforma UKL1, oriunda da Mini, por ser a única marca do Grupo BMW a utilizar soluções com tracção dianteira, com a vantagem de manter todas as características e o ADN da marca da Baviera, como pude comprovar no passado com o ensaio realizado ao Série 2 Active Tourer (ver aqui).

Destinado a rivalizar com modelos como o Volkswagen Touran, Citroën Grand C4 Picasso, Peugeot 5008 e Ford Grand S-Max, este modelo tem, como o Active Tourer, a particularidade de oferecer as mesmas funcionalidades que estes modelos com a particularidade de se tratar de uma marca Premium, com acabamentos e soluções Premium, embora por um preço similar. Veja o exemplo da Volkswagen Touran, que na versão base a diesel consegue ser 100 euros mais cara que o Série 2 Grand Tourer (€31.433 vs €31.300).

This slideshow requires JavaScript.

Mas voltemos ao modelo em questão, que mantém todo o visual da versão de cinco lugares, com a vantagem de, curiosamente, a secção traseira parecer mais harmoniosa devido ao maior comprimento. Contudo, apesar de ter mais 5cm de altura que a Active Tourer, devido à dianteira ser exactamente igual, este modelo consegue ser Classe 1 nas Portagens, sem precisar de recorrer ao “jogo” de uso da Via Verde.

Adicionando a terceira fila de bancos, um opcional de 817 euros, passa a dispor de um interior que é, no mínimo, versátil, e não se preocupe com a perda de espaço na bagageira, pois o impacto da terceira fila é mínimo, vendo esta perder apenas de 645 para 560 litros de capacidade, valor esse que poderá ser ampliado através do rebatimento de todos os bancos para um total de 1820 litros (ou 1905 litros, se não tiver terceira fila de bancos).

BMW 220d GT_21

Independentemente da sua escolha, optando, como no caso deste modelo do parque de imprensa, pela colocação da terceira fila de bancos, estes, quando rebatidos, criam uma superfície totalmente plana, extremamente prática para o transporte de objectos muito volumosos, como uma remodelação completa de uma das suas divisões da casa após uma tarde passada a escolher móveis no IKEA. Felizmente, graças ao uso do sistema Easy Entry, o acesso à terceira fila encontra-se bastante facilitado, porém, não pela altura, mas sim pela distância ao banco da frente, o espaço não é recomendável a adultos de estatura média e alta.

Destaque para o elevado número de espaços interiores para arrumação de objectos, bem como da possibilidade de arrumação por debaixo dos bancos. Estes, nesta versão, vinham ainda equipados de soluções que poderão ser um bom auxílio para entreter os mais pequenos em viagens longas, as mesas retrácteis, um extra de 196 euros que se justifica em pleno. Destaque ainda para a possibilidade de poder montar três cadeiras de bebés, através do sistema ISOFIX, na segunda fila de bancos.

BMW 220d GT_18

Em termos de comportamento, este é bastante similar ao sentido pelo Série 2 Active Tourer, pois embora este modelo seja ligeiramente mais comprido e mais alto, o seu comportamento acabou por ter sido melhorado pela introdução do sistema xDrive de tracção às quatro rodas. Esta solução está, porém, apenas disponível para as duas motorizações diesel mais potentes, o 218d e 220d, sendo todas as restantes recorrentes a um sistema simples de tracção dianteira, uma solução que a BMW considera mais eficaz para este tipo de veículo familiar.

Para os menos exigentes, este modelo poderá vir equipado com as motorizações de três cilindros da gama Mini, compostas pelo 1.5 a diesel nas versões 214d e 216d, com 95 e 116cv, respectivamente. Também a gasolina encontrará motores de três cilindros, como o 1.5 que equipa as versões 216i e 218i, tendo estas 102 e 136cv, respectivamente.

Em termos de consumos, esta versão testada, o 220d xDrive de 190cv, anuncia 4,9 litros por cada 100km, valor esse que, apesar de prejudicado pela solução de tracção às quatro rodas, não foge muito da realidade obtida que não supera a casa dos 5,8 litros, desde que tenha algum cuidado com a aceleração, e tire partido do modo de condução Eco Pro. Se por outro lado tiver alguma pressa, não ficará desiludido com o comportamento deste Série 2 Grand Tourer, especialmente usando o modo Sport e a caixa Steptronic de oito velocidades no modo Sport.

This slideshow requires JavaScript.

[toggles behavior=”toggle”] [toggle title=”Ficha_Técnica”]

MotorPrestações
TipoQuatro cilindros em linhaVelocidade Máxima218 km/h
Capacidade1995 ccAceleração (0-100 km/h)7,6s
Potência190cv (4000 rpm)Consumos (litros/100 km)
Binário400Nm (1750 rpm)Urbano (anunciado)5,7
TransmissãoExtra-urbano (anunciado)4,7
TracçãoQuatro rodasCombinado (anunciada)5,1
CaixaAutomática de oito velocidadesEmissões CO2134 g/km
ChassisPreço
Dimensões (Comp. / Larg. / Alt.)4556 / 1800 / 1608 mmValor base€47.200
Peso1500 kg / 1435 kgValor viatura testada€63.044
Bagageira560 – 1820 litrosI.U.C.€250.61

[/toggle] [/toggles]