Secções

Notícias

Ensaios

Notícias

Grupo PSA apresenta rentabilidade recorde no primeiro semestre de 2016

Contestado por alguns, Carlos Tavares, desde a sua entrada no grupo PSA tem conseguido demonstrar as suas capacidades enquanto gestor de topo, sendo os primeiro resultados da sua estratégia “Push to Pass”, implementada no início do ano, reveladores da aposta ganha do CEO do grupo PSA. Esta estratégia permitiu ao Grupo PSA registar um resultado operacional corrente de 1830 milhões nos primeiros seis meses do ano, um aumento de 32% face aos 1303 milhões registados no mesmo período do ano passado.

Para este bom resultado contribuiu o crescimento em volumes, redução de custos fixos e dos custos de produção, tendo os produtos e custos operacionais não correntes reduzido dos negativos 343 milhões em 2015 para 207 milhões no primeiro semestre de 2016, bem como uma redução para metade dos custos de financiamento líquido do Grupo, que reduziram dos 334 milhões para 150 milhões.

“As nossas performances recorrentes reflectem a transformação estrutural da empresa, a sua eficiência e a profunda mudança de estado de espírito no seio do Grupo. Operando num ambiente instável, todas as equipas estão voltadas para a excelência operacional, continuando a demonstrar a agilidade na implementação do nosso plano estratégico ‘Push to Pass’”, referiu Carlos Tavares, Presidente da Direcção do Grupo PSA.

Até ao final do ano, Carlos Tavares acredita que o plano “Push to Pass”, implementado a 5 de Abril, permitirá manter uma margem operacional corrente média de 4% para a divisão automóvel no período de 2016 a 2018, para um objectivo de 6% até 2012, e um crescimento no volume de negócios do Grupo entre 2015 a 2018 de 10%, visando 15% adicionais a atingir até 2012.

Gustavo Dias