Secções

Notícias

Ensaios

Notícias

Ford renova (novamente) o pequeno EcoSport

Lançado originalmente em 2003 para o mercado da América do Sul, o EcoSport gozou de um surpreendente sucesso, razão pelo qual a Ford optou por lançar globalmente a segunda geração, em 2013. Porém, o facto de ser produzido em fábricas na China, Indía, Brasil, Tailândia e Russia, levou a que este modelo tivesse dificuldades em vingar-se no exigente mercado europeu. 2016 viu a chegada de uma versão fortemente actualizada, mas isso não impediu a Ford de lançar uma terceira geração, que tem a particularidade de ser apresentada mundialmente em Portugal, na zona de Cascais.

Mantendo-se baseada na plataforma do Fieste, o novo EcoSport recebe importantes melhorias no design exterior, permitindo maior personalização graças a uma maior palete de cores de tejadilho contrastante, interior significativamente renovado, sendo este baseado no Ford Fiesta, que recebe um importante reforço na qualidade de construção e dos materiais, bem como a implementação de novas soluções tecnológicas. Aqui, destaque para o sistema de infoentretenimento SYNC 3, composto por um ecrã táctil central flutuante de 8 polegadas, que funciona em conjunto com as plataformas Android Auto e Apple CarPlay.

Este sistema poderá ser associado ao sistema de som de alto desempenho B&O Play de 10 altifalantes e subwoofer, da Bang & Olufsen. Os sistemas de assistência à condução são outra novidade na família EcoSport, como o Cruise Control com limitador de velocidade ajustável e o sistema de informação do ângulo morto. O EcoSport recebe ainda, pela primeira vez, o nível de equipamento ST-Line, que reforça o visual exterior deste pequeno SUV, tornando-o mais desportivo, ao mesmo tempo que no interior receberá bancos desportivos em couro parcial, com costuras em vermelho, e diversos elementos que vão do couro ao aço inoxidável, este último usado nas capas dos pedais desportivos.

O novo Ford EcoSport chegará a Portugal durante o próximo mês de Fevereiro, nas versões Business, Titanium e ST-Line, com duas motorizações a gasolina, 1.0 EcoBoost de 125 e 140 cavalos com caixa manual de seis velocidades ou automática (só para a versão de 125 cv), e um motor diesel 1.5 TDCi de 100 cavalos, com caixa manual de seis velocidades. Mais tarde será lançada uma versão a gasolina de entrada com 100 cavalos, e motorização diesel 1.5 TDCi EcoBlue com 125 cavalos, que estará disponível tanto com tracção dianteira como às quatro rodas. Até ao momento, os preços ainda não foram comunicados.

Gustavo Dias