Secções

Notícias

Ensaios

Apresentações

Fomos conhecer a renovada gama Jeep no Jeep Wild Days

Foi durante os dias 12 e 13 de Outubro que cerca de 550 pessoas ficaram a conhecer a renovada gama de veículos Jeep, durante as aventuras proporcionadas pela primeira edição do Jeep Wild Days, na Companhia das Lezírias.

Foi através da primeira edição da Jeep Wild Days, que decorreu durante dois dias na Companhia das Lezírias, em Samora Correia, que ficámos a conhecer a renovada gama Jeep, bem como os resultados da marca, desde que esta integrou o Grupo FCA Portugal em Outubro do ano passado (veja aqui). Este evento, que esteve aberto ao público durante o segundo dia, recebeu cerca de 550 participantes, que puderam aproveitar a ocasião para experimentar os três novos modelos da marca, o Jeep Renegade, Jeep Cherokee e Jeep Wrangler.

Este evento contou com a presença de Tiago “Saca” Pires, um reconhecido surfista português, que é embaixador da marca, que aproveitou a ocasião para contar um pouco da sua história profissional, bem como a sua associação à marca. Mas foi pelas palavras de Artur Fernandes, Director Geral da FCA Portugal, que ficámos a conhecer os surpreendentes resultados da marca, que em apenas três meses (em 2017) conseguiu mais que quintuplicar as vendas (246 unidades) entre os restantes meses do ano de 2017 (44 unidades).

Porém, 2018 foi o verdadeiro ano Jeep, com os primeiros nove meses do ano a registarem 1207 unidades vendidas, estando previsto um total de 1800 unidades até ao final do ano. Este resultado é ainda mais surpreendente se tivermos em conta que nos últimos anos a Jeep nunca conseguiu ultrapassar as 249 unidades (em 2015). Claro que para a obtenção de um resultado destes, foi preciso revitalizar toda a rede FCA em Portugal, com a abertura de 15 espaços específicos Jeep em concessionários com centro de serviço integrado, três centros de pós-venda no interior do país, de forma a conseguirem cobrir cerca de 90% da população.

As campanhas televisivas também contribuíram para os excelentes resultados, conforme comprovaram os dados registados através da página oficial Jeep, que registou num prazo de um ano mais de 810 mil visitas, 55 mil configurações, download de quase dois mil catálogos e mais de 700 test drives agendados. Para conseguirem manter os bons resultados, foi fundamental uma reestruturação também do catálogo em vigor, que passa agora a cobrir vários segmentos de mercado, desde o Renegade que começa nos 19 mil euros, até ao poderoso Grand Cherokee, de 92 mil euros.

O evento permitiu não só a parceiros e jornalistas, como o público em geral ficarem a conhecer os renovados Jeep Renegade, Cherokee e Wrangler, tendo sido organizados percursos offroad para conhecerem os excelentes atributos de toda a gama, bem como alguns desafios mais extremos, para se comprovar as excelentes capacidades todo-o-terreno do poderoso Wrangler, que estreou aqui uma nova geração. Este modelo, que mantém algumas características de design históricas da família, estreia novos motores, um 2.0 a Gasolina de 270 cavalos e 2.2 Diesel de 200 cavalos, que está associado a uma caixa automática de 8 velocidades, garante assim um desempenho superior ao anterior bloco de 2.8 litros, enquanto oferece uma maior eficiência em termos de consumo de combustível e emissões.

Mas, mais importante que a eficiência, é garantir o seu comportamento, tanto em estrada como fora, tendo recebido um novo chassis, painéis de carroçaria em alumínio, guarda lamas alargados, eixos Dana 44, nova suspensão e barras estabilizadoras controladas electronicamente, tudo isto para garantir melhores ângulos em todo o terreno. Em termos tecnológicos, passam a estar disponíveis sistemas de monitorização de ângulos mortos, detecção de veículos em aproximação posterior, assistência ao estacionamento e câmara traseira de estacionamento, tudo isto através do novo sistema de infoentretenimento Uconnect, que pode ter 7 ou 8.4 polegadas, este último com navegação e compatibilidade com plataformas Android Auto e Apple CarPlay.

O novo Jeep Wrangler está disponível entre €51.000 (Sport) e €57.500 (Rubicon) para a versão de três portas, e €60.000 (Sport) e €66.500 (Rubicon) para a versão de cinco portas Wrangler Unlimited. Relativamente ao Cherokee, que recebe uma profunda renovação estética, passa a estar mais de acordo com a imagem da marca, através de novas ópticas em LED, faróis de nevoeiro em LED com novas molduras, e uma nova grelha dianteira mais sofisticada. Atrás também assistimos a uma evolução do design, através de uma porta de bagageira redesenhada, que tem a particularidade de ser mais leve, e novos grupos ópticos, também eles em LED. Recorrendo a novos processos de construção, o novo Cherokee consegue ser até 70kg mais leve que a anterior geração, garantindo melhor comportamento e melhores consumos.

No interior o destaque recaí na melhoria dos acabamentos, na integração do novo sistema de infoentretenimento Uconnect 7.0 e 8.4 NAV, também ele com suporte para Android Auto e Apple CarPlay em ambos os modelos, e novos sistemas de segurança, como alerta de colisão frontal, aviso de transposição de faixa e cruise control adaptativo. Em termos de motorizações, estreia os novos motores diesel 2.2 com 150 e 195 cavalos, bem como o novo 2.0 turbo a gasolina com 270 cavalos, estando este último, bem como o motor diesel mais potente, associado à nova caixa automática de nove velocidades. Os preços começam nos €52.000.

Por fim temos o Renegade, um modelo que, embora não esteja a estrear uma nova geração, recebeu uma profunda renovação, tanto em termos visuais como de equipamentos. À frente, destaque para a nova grelha, que varia de acordo com a versão de equipamento, novas ópticas em LED com nova assinatura visual, novas jantes, novas ópticas traseiras em LED, novos motores e novos equipamentos, tanto de segurança como de entretenimento. Estes incluem sistema de alerta de transposição de faixa, assistente de reconhecimento de sinais de trânsito com assistente inteligente da velocidade, alerta de colisão frontal com travagem de emergência activa e sistema de infoentretenimento Uconnect 7.0 e 8.4 com navegação, e suporte para Android Auto e Apple CarPlay em ambos.

Em termos de motorizações, o Jeep Renegade estreia novos motores a gasolina, um 1.0 Turbo de três cilindros e 120 cavalos de potência, e um 1.3 Turbo, de quatro cilindros, com 150 e 180 cavalos de potência. Ambas as motorizações cumprem as exigentes normas Euro 6D FPG, tal como os renovados motores diesel MultiJet II 1.6 de 120 cavalos e 2.0 de 170 cavalos que cumprem as normas Euro E6D SCR. Em termos de preços, o Renegade começa nos €21.500 para a versão Sport 1.0 de 120 cavalos, valor esse que sobe para os €23.000 para a versão Longitude, €25.500 para a versão Limited e €49.300 para a versão topo de gama Trailhawk, neste caso equipado com motor 2.0 MultiJet II de 170 cavalos, caixa automática e tracção 4×4.

Gustavo Dias

Deixe uma resposta