Secções

Notícias

Ensaios

Notícias

Volvo inicia produção do novo C40 Recharge

A Volvo iniciou a produção em série daquele que será o seu segundo automóvel 100% eléctrico, o novo Volvo C40 Recharge. Este modelo será produzido na fábrica de Ghent, na Bélgica, uma das maiores da empresa e uma referência na sua estratégia de electrificação, sendo esta a unidade onde já é produzido o Volvo XC40 Recharge, que é o primeiro modelo 100% eléctrico da marca sueca.

Para o início da produção deste novo modelo, foi fundamental o investimento no aumento da capacidade de produção da fábrica de Ghent, que está actualmente com um volume de produção de 135 mil automóveis por ano. Espera-se que, já em 2022, metade da sua produção seja constituída por modelos 100% eléctricos, indo assim ao encontro da estratégia de electrificação da Volvo, que pretende comercializar somente automóveis eléctricos a partir de 2030.

Para Javier Varela, Senior Vice President – Industrial operations & Quality na Volvo Cars, “O C40 Recharge é um automóvel que representa o nosso futuro. As operações de produção e uma estreita colaboração com os nossos fornecedores serão factores chave nas nossas ambições de electrificação e de neutralidade ambiental. A nossa fábrica de Ghent está preparada para este nosso futuro puramente eléctrico e será, nos próximos anos, uma peça muito importante da nossa rede industrial global.”

O novo Volvo C40 Recharge é o primeiro de uma vasta lista de modelos novos, puramente eléctricos, que a Volvo pretende lançar, e que em 2025 deverá já constituir 50% das suas vendas globais. Adoptando um formato de um crossover, o novo C40 Recharge tem a particularidade de ser o primeiro automóvel da marca sem qualquer elemento em pele de origem animal, e de utilizar um sistema de infoentretenimento completamente novo, desenvolvido em conjunto com a Google, que tem por base o sistema operativo Android, ao integrar serviços como Google Maps, Play Store e Google Assistant.

Em termos de motorização, o novo Volvo C40 Recharge estará disponível com dois motores eléctricos de 150 kW cada, para uma potência total combinada de 408 cv, estando os mesmos localizados no eixo dianteiro e traseiro. Estes são alimentados por uma bateria de 78 kWh de carga (75 kWh de carga útil), garantindo assim uma autonomia de 420 km, segundo a norma WLTP, sendo possível carregar a totalidade da bateria em 8h usando um carregamento AC de 11 kW, ou em 40 minutos, se usar um carregamento rápido DC de 150 kW.

Deixe uma resposta