0 comentários

Renault reforça família SUV com novo KOLEOS

por em 4 Maio, 2016
 

Foi revelado durante o Salão Automóvel de Pequim o mais recente membro da família Renault, o novo SUV KOLEOS. Este modelo, que recorre ao estilo e tecnologias já aplicados em modelos como a berlina Talisman e a crossover Espace, completa assim a oferta topo de gama do fabricante francês.

Criado com ambições globais, este modelo será vendido nos cinco continentes, estando previsto o início da sua comercialização já durante o Verão em mercados como a Austrália, Turquia e países do Golfo, bem como em alguns países da América Latina. Mais tarde, para o final do ano, será disponibilizado no mercado Chinês e Russo, estando a chegada da Europa prevista só para o início de 2017.

Segundo Laurens Van Den Acker, o responsável de toda a estratégia de design da Renault desde 2010, este modelo insere-se na “pétala Explore”, envocando robustez e aventura, graças à introdução de elementos visuais como as protecções laterais da porta, grandes rodas (até 19 polegadas), barras de tejadilho em alumínio e à elevada distância ao solo (213mm), o que em conjunto com a elevada distância entre eixos, lhe permite bons ângulos de ataque e de saída de 19º e 26º, fundamentais para um bom comportamento em terrenos mais inóspitos.

No interior encontramos os genes dos mais recentes modelos do grupo Renault, como a aplicação de um grande ecrã central táctil no centro do painel de bordo (até 8,7 polegadas) para gestão de todos os parâmetros em termos de informação, entretenimento, navegação, climatização e gestão dos modos de condução. Para se diferenciar dos restantes modelos, como o caso da berlina Talisman, a posição de condução foi sobrelevada, sendo 150mm mais alta que na berlina, oferecendo assim uma maior visibilidade sobre a estrada.

Para garantir um comportamento eficaz, tanto no asfalto como fora dele, o novo KOLEOS utiliza a tecnologia ALL MODE 4×4-i, que recorre a um comando colocado à esquerda do volante, para permitir accionar os modos 2WD (tracção dianteira) ou 4WD Auto, que reparte o binário entre as rodas dianteiras e traseiras de forma automática. Em situações mais delicadas e a baixa velocidade, é possível activar o modo 4WD Lock, que mantém a transmissão às quatro rodas de forma permanente. Estará disponível também numa versão com apenas duas rodas motrizes.

Em termos de motorização, visto partilhar a plataforma CMF-C/D da Aliança Renault Nissan, estará disponível com os já conhecidos motores a gasolina e diesel. Estes serão compostos por dois blocos para cada tipo de combustível, com potências entre os 130 e 175cv, podendo estes estar associados a uma caixa manual de seis velocidades ou uma caixa automática X-Tronic.

Este slideshow necessita de JavaScript.