Secções

Notícias

Ensaios

Notícias

Audi revela novo RS5 Coupé, com novo motor V6 de 450 cavalos

A Audi acabou de revelar o modelo que faltava para completar a família da nova geração A5. Depois do A5 Coupé, Sportback, Cabrio e S5, chegou a vez de conhecermos o topo de gama, o novo RS5 Coupé. Recorrendo à formula do passado, este modelo mantém as características de um coupé elegante, atlético e prático para o dia a dia. Usando o histórico Audi 90 quattro IMSA GTO como inspiração, o novo RS5 Coupé recebe um visual de onde se destacam as enormes entradas de ar em formato “favo de mel”, sendo a grelha significativamente maior e mais larga que a dos restantes modelos A5.

Foram usados inúmeros elementos diferenciadores, desde o pormenor das molduras das ópticas, no interior, escurecidas, podendo estas usar o opcional sistema Matrix LED, as cavas das rodas foram alargadas em 15 mm para conferir um visual mais musculado, ao mesmo tempo que permite aumentar a distância dos eixos, para uma condução mais estável a alta velocidade, ou o impressionante difusor traseiro, acompanhado pelas duplas saídas de escape ovais, spoiler em fibra de carbono e jantes de 19 polegadas, ou 20 em opcional.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Se por fora o novo Audi RS5 Coupé não tem problemas em diferenciar-se, imagine o trabalho efectuado no interior. Poderá contar com um interior totalmente em preto, com acabamentos em pele e camurça, com pespontos em linha encarnada para a criação de contraste em todo o interior, desde os bancos, passando pelas forras das portas, volante desportivo multifunções, entre outros. Poderá contar com tecnologias como Head-Up display aos mais avançados sistemas de assistência à condução.

Mas agora vamos ao que interessa, o que esconde o capot do novo RS5 Coupé? Visto estarmos numa época de “caça às emissões”, a Audi viu-se obrigada a ter que substituir a gloriosa motorização V8 atmosférica da anterior geração por uma nova solução, o novo 2.9 TFSI de seis cilindros biturbo, que graças à sobrealimentação, permite atingir os 450 cavalos de potência e 600 Nm de binário. A colocação dos dois turbos numa posição central, dentro do banco de cilindros, para garantir uma resposta imediata, eliminando o conhecido “turbo lag”.

Graças à sobrealimentação, a Audi acredita que conseguirá reduzir significativamente os consumos, estando a anunciar uma média combinada de 8,7 l/100 km, o que corresponde a apenas 197 g/km, menos 17% que o anterior modelo. Mas, em termos de comportamento, a Audi garante que este modelo é significativamente mais eficaz, graças à nova caixa tiptronic de oito velocidades e o sistema de tracção às quatro rodas permanente quattro, que garante uma distribuição da força em 40% para o eixo dianteiro e 60% para o traseiro, podendo optar por um diferencial traseiro desportivo. Ainda não existe um

Este slideshow necessita de JavaScript.