0 comentários

GM e Ford entram na euforia da electrificação

por em 3 Outubro, 2017
 

Depois de o Grupo Volkswagen ter anunciado a criação de 8 novos modelos totalmente eléctricos até 2025, e da Daimler ter anunciado a electrificação (100% eléctrico, Plug-in Hybrid e Híbrido) de 50 novos modelos até 2022, chegou a vez do gigante Norte Americano General Motors (GM), e da Ford, de anunciarem os seus planos de electrificação.

Esta mudança de estratégia deve-se à crescente onda de anúncios de proibição de circulação e de venda de futuros automóveis movidos com combustíveis fósseis nos principais mercados Europeus, alguns estados Norte Americanos, como a Califórnia, e na China, aquele que é, actualmente, o maior mercado automóvel mundial.

Segundo a CEO da GM, Mary Barra, o gigante Norte Americano irá lançar nos próximos 18 meses dois novos modelos totalmente eléctricos, estando previsto o lançamento, até 2023, de um total de 20 novos modelos, também eles totalmente eléctricos. Através desta iniciativa, a GM espera assim contribuir para um futuro livre de emissões.

Para tal, Mark Reuss, General Motors Executive Vice Presidente of Product Development, Purschasing and Supply Chain, a aposta será feita em duas vertentes, a vertente puramente eléctrica, através do recurso de baterias, e na implementação da tecnologia de Células de Combustível e Hidrogénio. Já a Ford, aproveitou o anúncio da GM para anunciar um investimento de 4,5 biliões de dólares para a criação de 13 novos modelos electrificados nos próximos cinco anos.

Mais artigos para si