Secções

Notícias

Ensaios

Apresentações

Mazda inicia 2019 com várias novidades

Fruto das alterações a nível das homologações, tanto nacionais como europeias, a Mazda aproveitou a ocasião para iniciar o ano de 2019 com quatro grandes novidades, através da renovada gama CX-3, CX-5, Mazda 6 e Mazda MX-5. De todas elas, foi o pequeno CX-3 o modelo que maiores revisões recebeu, não só em termos visuais como em termos de tecnologias suportadas e duas novas motorizações, que vieram substituir o anterior SKYACTIVE-D 1.5 Diesel de 105 cavalos.

Visualmente o destaque recaí na nova grelha, novas jantes de liga leve, novos conjuntos ópticos traseiros em LED e a cor Soul Red Crystal. Já no interior, o destaque vai para a consola central redesenhada, adopção de travão de estacionamento electrónico, criação de novos espaços de arrumação no apoio de braços central e novas soluções tecnológicas, que vão desde o sistema de infoentretenimento, que passa a suportar as plataformas Android Auto e Apple CarPlay, como nos sistemas de ajuda à condução, como o Advanced Smart City Brake Suport, que consegue detectar peões à noite, Mazda Radar Cruise Control com função Stop & Go e retrovisor com sistema de anti-encadeamento, entre muitas outras.

Porém, é no campo da mecânica que o Mazda CX-3 recebe as principais novidades, duas novas motorizações, o SkyActive-G de 2.0 litros a gasolina de 121 cavalos de potência, e o novo SkyActive-D 1.8 diesel, de 115 cavalos, motor este que teve que sofrer uma alteração significativa na cilindrada (de 1.5 para 1.8) para evitar o recurso a aditivos AdBlue, como forma de cumprir as novas normas de emissões Euro 6 d-temp em ciclo WLTP.

Já o Mazda 6 também recebeu alterações estilísticas, que permitiram manter o visual do Mazda 6 devidamente modernizado, tanto na berlina como na carrinha. A frente adoptou um visual mais forte e profundo, através da nova grelha, novos grupos ópticos com tecnologia LED e nova assinatura visual, tanto à frente como atrás. As redesenhadas jantes de 17 a 19 polegadas e a nova cor Soul Red Crystal, que substitui a conhecida Soul Red, terminam as alterações exteriores. No interior o destaque vai para os novos bancos, mais confortáveis, que recebem novos acabamentos e passam a contar com um sistema de ventilação.

Tecnologicamente o Mazda6 recebe novo sistema de Head-Up Display projectado directamente no pára-brisas (de série em todos os níveis de equipamento), sistema de infoentretenimento com ecrã de 8 polegadas e compatibilidade com sistemas Apple CarPlay e Android Auto nas versões equipadas com sistema MZD Connect, faróis LED adaptativos, sistema de limitação de velocidade (ISA) que ajusta a velocidade com a sinalética presente, Mazda Radar Cruise Control com Stop & Go, Advanced Smart City Brake Support, entre outros.

No capítulo mecânico, o Mazda6 recebe duas motorizações a gasolina, SkyActive-G 2.0 de 165 cavalos e 2.5 de 194 cavalos, este último com tecnologia de desactivação de dois cilindros para reduzir significativamente os consumos em situações de velocidade constante. Nas motorizações diesel, manteve-se o SkyActive-D 2.2 de 150 cavalos, tendo a versão de 175 cavalos sido substituída por uma nova versão de 184 cavalos, que tem a particularidade de ser mais eficiente e garantir menores consumos e emissões de CO2 (no novo ciclo WLTP), cumprindo assim as normas de emissões Euro 6d.

Quanto ao Mazda CX-5, este SUV foi o modelo mais prejudicado com a chegada da nova tributação de acordo com o novo ciclo de consumo e emissões WLTP, especialmente nas versões de topo, com tracção às quatro rodas e com caixa automática. Visto ter sido o último modelo a ser renovado, com a chegada de uma nova geração em 2017, este SUV externamente apenas estreia a nova cor Soul Red Crystal, mas conta com parte das novidades no interior já referidas no Mazda6, como os novos bancos, mais confortáveis e com novos acabamentos, uma optimização da ergonomia dos elementos no tablier e sistema de infoentretenimento compatível com Android Auto e Apple CarPlay.

Em termos de motorizações, o Mazda CX-5 passa a estar disponível com o motor SkyActive-D 2.2 de 150 e 184 cavalos, e SkyActive-G a gasolina 2.0 de 165 cavalos e 2.5 com 194 cavalos, também ele com sistema de desactivação de cilindro, tal como acontece no Mazda6. As motorizações mais potentes, diesel de 184 cavalos e gasolina de 194 cavalos, só estarão disponíveis na versão 4×4.

Deixámos o melhor para o fim, e já vai perceber o porquê. O roadster MX-5, tanto na sua versão soft-top (capota de lona) como na versão RF (Retractable Fastback) recebeu melhorias importantes em termos tecnológicos, como os já referidos sistemas de ajuda à condução Advanced Smart City Brake Support, câmara de visão traseira e sensor de reconhecimento de sinais de trânsito, sistema de infoentretenimento com suporte para plataformas Apple CarPlay e Android Auto e coluna de direcção com ajuste em profundidade, um dos mais importantes pedidos feitos pelos proprietários.

Em termos de motorizações, o Mazda MX-5 viu as suas motorizações SkyActive-G a gasolina receberem importantes melhorias, não só em potência, como nos consumos e emissões, situação essa que levou a que o Mazda MX-5 tenha visto o preço descer, graças à descida significativa no ISV (Imposto Sobre Veículos). Assim, o Mazda MX-5 passa a estar disposto com a motorização SkyActive-G 1.5 de 132 cavalos, e o poderoso SkyActive-G 2.0 de 184 cavalos (160 anteriormente). Em termos de preços, o Mazda MX-5 passa a estar disponível desde €25.302 e €29.908 para as versões Soft-Top e RF com motorização 1.5, e €39.667 e €42.192 para as versões Soft-Top e RF com motorização 2.0.

Já o Mazda CX-3, este passa a estar disponível a partir de €27.032 para as variantes com motor diesel, e €29.358 para as verões com motor gasolina. No Mazda6, os preços começam nos €41.591 para a variante de quatro portas a gasolina e €41.708 para a variante carrinha cm a mesma motorização. Com o Mazda CX-5, o preço base subiu para os €32.383 para as variantes 4×2 com motorização SkyActive-G 2.0, e €55.224 para versão com motorização SkyActive-G 2.5 4×4, sendo o preço da versão base diesel €36.338, valor que sobe para os €57,999 na versão SkyActive-D de 175 cavalos 4×4.

Gustavo Dias