Secções

Notícias

Ensaios

Notícias

Volkswagen I.D. R volta a fazer história

O protótipo I.D. R da Volkswagen tem como finalidade a demonstração das capacidades da equipa de engenharia e electrificação do Grupo Volkswagen, mas este tem estado nas bocas do mundo pelos resultados obtidos nas tentativas de bater vários recordes mundiais. Primeiro coube à volta mais rápida de sempre em Pikes Peak International Hill Climb, em Colorado Springs (EUA), e mais tarde em Nürburgring, com o melhor resultado de sempre para um veículo eléctrico.

No primeiro caso, Romain Dumas tinha como objectivo bater o anterior recorde de um veículo eléctrico, feito pelo Drive e0 PP100, de 8:57.118, mas o feito foi tal que conseguiu bater a marca dos oito minutos, com um tempo de 7:57.148 minutos, superando assim o anterior recorde absoluto, detido por Sébastien Loeb, com o seu Peugeot 208 T16 Pikes Peak, de 8:13.878 minutos. Com este resultado, não seria de estranhar o desejo em bater o anterior recorde para veículos eléctricos em outras pistas.

Seguiu-se Nürburgring, onde Romain Dumas voltou a superar o anterior recorde em mais de 40 segundos (detido pelo NIO EP9), ao conseguir realizar uma volta em apenas 6:05.336 minutos. Recordo que a volta mais rápida para um veículo produzido em série é de 6:44.97 para o Lamborghini Aventador SVJ, e a volta mais rápida de sempre pertence ao Porsche 919 Hybrid EVO, uma versão melhorada do vencedor do protótipo vencedor de Le Mans com uma potência 720 cavalos para o motor de combustão e 440 cavalos para o motor eléctrico, num chassis de apenas 849 kg e mais 66% de apoio aerodinâmico.

Este fim de semana decorreu o histórico Goodwood Festival of Speed, onde a Volkswagen e Romain Dumas voltaram a marcar presença, na esperança de conseguirem bater, novamente, o anterior recorde detido por um veículo eléctrico. Esse recorde, já detido por si e pelo Volkswage I.D. R foi batido logo durante os treinos, com os 41.18 segundos, um valor que, só por si, já conseguiu bater o melhor tempo de sempre, obtido por Nick Heidfeld e o Fórmula 1 McLaren Mercedes MP4/13 de 780 cavalos. Como se isso não bastasse, numa segunda tentativa, Romain Dumas conseguiu reduzir esse tempo para 39.9 segundos.

Para este feito, a Volkswagen precisou de modificar ligeiramente o I.D. R, ao remover o sistema de DRS (Drag Reduction System), ao experimentar um novo composto de borracha nos pneus Bridgstone Potenza Slicks, bem como na aplicação de um conjunto de baterias de menor capacidade e, como tal, mais leves, daí o peso total do veículo (com piloto) tenha ficado abaixo dos 1.000 kg. Para Romain Dumas, este recorde é particularmente importante devido à curta dimensão da pista, que faz com que seja impossível errar durante uma tentativa de volta recorde.

Gustavo Dias