Secções

Notícias

Ensaios

Notícias

Volvo actualiza versões híbridas de modelos da gama 90 e 60

Todos os veículos híbridos plug-in da Volvo que tiram partido da plataforma modular SPA (Scalable Product Architecture), ou seja os modelos S60, V60, XC60, S90, V90 e XC90, com motorizações T6 e T8, vão ser significativamente melhorados, graças à introdução de uma terceira célula de baterias, que permitirá aumentar a capacidade total da bateria dos actuais 11.6 kWh para 18.8 kWh.

Este aumento de capacidade permitirá aumentar significativamente a actual autonomia em modo totalmente eléctrico, dos actuais 58 km para 90 km no caso de uma V60 Recharge T6, 53 km para 76 km no caso do XC60, ou dos 50 km para 68 km, no caso do XC90. Também o motor eléctrico, aplicado no eixo traseiro, foi revisto, passando agora a debitar 65% de maior potência, de 65 kW (89 cv) para 107 kW (146 cv), garantindo assim um melhor comportamento em situações de baixa aderência, onde a tracção integral é essencial.

Estas duas novidades, em conjunto, permitirão reduzir até 50% as emissões de CO2 numa utilização quotidiana em circuito misto, segundo a norma WLTP. Este aumento de autonomia das baterias permitiu à Volvo actualizar a sua aplicação móvel, para poder programar remotamente a climatização do carro.

Através do aumento de potência do motor eléctrico, a potência combinada de todas as versões Recharge T6 irão subir dos actuais 341 cv para 350 cv, com as versões Recharge T8 de 390 cv a passarem a ser de 455 cv, graças ao aumento de potência do motor 2.0 turbo de quatro cilindros, que passa agora a debitar 310 cv de potência.

Isto implicará que os modelos Recharge T8 passarão a ser os veículos Volvo mais potentes de sempre, mais até que as actuais versões Polestar Engineered (com 405 cv), Isto permitirá um poder de aceleração impressionante, com o SUV XC90 a precisar de apenas 5.4 segundos para atingir os 100 km/h, o XC60 a precisar de 4.9 segundos e o S60 a exigir apenas 4.6 segundos. As versões híbridas do XC40, no entanto, vão manter-se inalteradas.

Deixe uma resposta