Secções

Notícias

Ensaios

Notícias

Novo Volkswagen Polo em Portugal a partir de 16.285 euros

Começou a ser comercializado em Portugal a sexta geração do Volkswagen Polo, um histórico modelo com 40 anos de história e mais de 14 milhões de unidades vendidas desde o seu lançamento. Recorrendo à plataforma MQB, o novo Polo consegue ser mais comprimo e mais baixo que a geração anterior, solução que permite aumentar significativamente o espaço interior para todos os ocupantes, graças a um aumento de 92mm na distância entre eixos, bem como para a bagagem, que aumenta em 71 litros, para um total de 351 litros.

A utilização da plataforma MQB permite oferecer uma vasta lista de soluções tecnológicas, como o painel de instrumentos digital Active Info Display, sistemas de assistência à condução como Front Assist com função de travagem de emergência em cidade e sistema de detecção de peões, travões multicolisão, sensor de ângulo morto, Cruise Control Adaptativo ACC, sistemas ópticos em LED e sistemas de infoentretenimento compatíveis com interface MirrorLink, Android Auto e Apple CarPlay.

Disponível com 14 cores de carroçaria distintas e 8 para o interior, que permitem uma maior personalização face às anteriores gerações, o novo Polo é comercializado em quatro níveis de equipamento, Trendline, Confortline, Highline e GTI, e três motorizações para a fase inicial de lançamento baseadas no bloco de 1.0 litros de três cilindros, o 1.0 MPI de 75 cv e 1.0 TSI com 95 e 115 cv. Mais tarde serão lançadas as versões 1.5 TSI de 150 cv, 2.0 TSI de 200 cv para a versão GTI, 1.0 TGI (Gás Natural) com 90 cv e motorizações diesel 1.6 TDI, com 80 e 95 cavalos.

O novo Volkswagen Polo já poderá ser adquirido na rede oficial de concessionários Volkswagen, com preços que começam nos 16.285 euros para a versão 1.0 MPI Trendline, 17.285€ para a versão 1.0 MPI Confortline, 17.054€ para a versão 1.0 TSI 95cv Trendline, 18.177€ para a versão 1.0 TSI 95cv Confortline (20.089€ com caixa DSG) e 21.839€ para a versão 1.0 TSI 115cv Confortline com a caixa DSG de dupla embraiagem, ou 25.319€ se optar pelo nível de equipamento de topo Highline, também com caixa DSG.

This slideshow requires JavaScript.

1 comentário

  • É uma pena cada vez mais os compactos (segmento B) abandonarem as versões de 3 portas. Esteticamente mais bonitas, mais leves, com menos peças para eventualmente substituir ou reparar ou até mesmo criarem ferrugem (se bem que hoje isso é muito raro) e sobretudo eram mais baratas. O público alvo do segmento B não é dum carro de 5 portas. Isso está bem para familiares em carros dos segmentos acima.

Os comentários estão fechado.