0 comentários

Koenigsegg dá “cinco de seguida”…

por em 13 Novembro, 2017
 

A Koenigsegg voltou a fazer das suas, ao conseguir bater não um, mas dois recordes ao mesmo tempo. Para tal, voltaram a usar o mesmo Koenigsegg Agera RS que tinha conquistado em Outubro o anterior recorde dos 0 aos 400 km/h e voltar a parar (veja aqui), bem como o seu piloto de testes, Niklas Lilja, tendo usado um troço da da Autoestrada 160, perto de Pahrump, no deserto de Nevada.

Este troço de estrada, que foi fechada pela polícia no dia 4 de Novembro para a obtenção de todos estes recordes, permitiu à Koenigsegg conquistar os recordes de maior velocidade registada num veículo de produção, maior velocidade registada durante um quilómetro, maior velocidade registada durante uma milha, maior velocidade alguma vez registada numa estrada pública e novo recorde entre 0 – 400 km/h – 0.

Para o primeiro recorde, foram necessárias duas corridas, uma em cada sentido, tendo sido registado um valor médio de velocidade máxima de 446,97 km/h. Para o recorde do quilómetro com maior velocidade de sempre registada, o sistema de registo de dados da Racelogic marcou uns impressionantes 445,54 km/h, tendo o valor sido ligeiramente inferior, 444,66 km/h para a milha percorrida mais rápida de sempre.

Para a velocidade máxima alguma vez obtida numa estrada pública, foi utilizado o valor medido durante a primeira passagem do primeiro recorde, com 457,49 km/h. Já o recorde de 0 – 400 km/h – 0, graças à superior qualidade do piso da estrada usado, face ao piso da pista do anterior recorde em Outubro, foi possível reduzir o anterior recorde de 36,44 segundos para apenas 33,29 segundos, aniquilando assim os 41,96 segundos que o Bugatti Chiron precisou para efectuar o mesmo feito.

Recordamos que o modelo utilizado, um Koenigsegg Agera RS equipado com a motorização 1MW, de 1360 cavalos de potência, veio equipado com a rollcage de fábrica, um opcional disponível para todos os modelos Koenigsegg, bem como os pneus de série, os Michelin Pilot Sport Cup2, montados nas jantes Aircore de fibra de carbono de cinco raios. Embora representantes da Michelin estivessem presentes, não foi necessário substituir os pneus usados para a obtenção de todos os recordes. Veja agora os vídeos para o recorde de velocidade máxima registada e o recorde para o intervalo 0 – 400 km/h – 0.

Seja o primeiro a comentar!
 
Deixe um comentário

 

Deixe uma resposta