Secções

Notícias

Ensaios

Notícias

Volvo inicia Projecto de condução autónoma Drive Me

A Volvo Cars iniciou, a partir de hoje, uma nova etapa no desenvolvimento dos seus automóveis equipados com as tecnologias de condução autónoma, com a chegada dos primeiros dados fornecidos pelas duas primeiras famílias que integram o Projecto Drive Me. Estes dados, que estão a ser gerados pelos Volvo XC90 que as famílias Hains e Simonovskis irão usar ao longo das estradas da cidade de Gotemburgo, serão posteriormente analisados pelos engenheiros da Volvo Cars atribuídos ao projecto.

Aos dois Volvo XC90 utilizados pelas famílias Hains e Simonovskis, que serão utilizados em condições reais de trânsito, serão seguidos mais três no início do próximo ano, para que durante os próximos quatro anos cerca de 100 pessoas sejam envolvidas neste Projecto. Este projecto é fundamental para o desenvolvimento de um automóvel completamente autónomo, que a Volvo Cars espera lançar a partir de 2021.

O Volvo XC90 utilizado pelas duas famílias suecas está equipado com a tecnologia de assistência à condução mais recente e com um conjunto de câmaras e sensores que irão monitorizar o seu comportamento e fornecer ao automóvel toda a informação proveniente do exterior. Durante as primeiras etapas, os condutores irão poder manter as mãos no volante e supervisionar a condução a todo o momento. No entanto, ao longo do tempo, irão ser introduzidas tecnologias de assistência à condução mais desenvolvidas a todos os participantes que irão receber também formação especial.

Nessa altura, os veículos mais avançados irão ser inicialmente testados em ambientes controlados sobre a supervisão de segurança da Volvo. Ou seja, nenhuma tecnologia será introduzida no mercado se a segurança não estiver salvaguardada. Para Alex Hain, de 45 anos, “É óptimo poder integrar este projecto e ter oportunidade de fazer parte do desenvolvimento de uma tecnologia que, um dia, irá permitir salvar vidas.”

Já Henrik Green, Senior Vice-President – Research & Development da Volvo Cars: “O Drive Me é um projecto de investigação importante, esperamos aprender muito destas famílias e utilizar as suas experiências para o desenvolvimento da nossa tecnologia de condução autónoma. Esperamos poder oferecer, a partir de 2021, um automóvel completamente autónomo.”

Gustavo Dias