Secções

Notícias

Ensaios

Ensaios

Seat Ateca 2.0 TDI 190 Xcellence 4DRIVE – Agradável surpresa

Eleito no ano passado como o SUV do Ano, finalmente pudemos experimentar o Seat Arona, e fomos agradavelmente surpreendidos. Descubra aqui o porquê…

Aproveitando as soluções disponíveis no universo do Grupo Volkswagen, a Seat decidiu investir no segmento dos SUV com uma aposta composta por três modelos, o Ateca de dimensões médias, o Arona de dimensões mais compactas e o Tarraco para quem precise dos sete lugares. Mas é no primeiro SUV lançado pelo fabricante espanhol que me irei focar, o Seat Ateca.

Já tendo experimentado outros dois modelos do Grupo Volkswagen, como o VW Tiguan e o Skoda Kodiaq, ambos dois modelos que me surpreenderam e revelaram ser extremamente eficientes e versáteis. Com o Seat Ateca, o caso não variou, tendo este modelo a particularidade de usar linhas mais simples, conferindo-lhe um visual muito equilibrado e consensual, razão que, certamente, terá contribuído para o tornar no terceiro pilar da Seat, logo a seguir ao Ibiza e ao Leon.

As semelhanças com este último modelo são mais do que evidentes, com elementos como a grelha e as ópticas, tanto dianteiras como traseiras, a revelarem ser idênticas, o que é um elemento positivo. Mais do que os elementos estilísticos, também a plataforma entre ambos os modelos é partilhada, razão pelo qual encontramos muitos outros elementos partilhados entre ambos, como o visual do interior e as soluções tecnológicas, tanto de infoentretenimento como de ajuda à condução.

Regressando ao visual, o modelo testado vinha com o nível de equipamento XCellence, o nível máximo de equipamento se ignorarmos a versão desportiva FR, ao oferecer um nível de equipamento muito completo, que incluí elementos como luz ambiente multicolor, sistema de detecção de ângulo morto, câmara de 360º e Assistente de Estacionamento Automático, Front Assist, jantes de liga leve de 19 polegadas, ar condicionado automático de duas zonas, ópticas totalmente em LED e sistema da tampa da bagageira com função mãos-livres.

Este modelo em particular incluía ainda alguns extras adicionais, como o tecto panorâmico (€982), Controlo Adaptativo do Chassis – DCC (€704), Sistema de Navegação Plus com Seat Full Link (€1.642), Pacote de Assistência à Condução Avançado Plus (€843), entre outros. Honestamente, pouco mais haveria a adicionar, para além do sistema de carregamento sem fios para dispositivos móveis (€178), sistema de som Beats Audio (€440) ou o painel de instrumentos digital (€352), similar à solução usada pelo Volkswagen Tiguan.

Entre os equipamentos referidos, destaque para o sempre atraente tejadilho panorâmico, que tem a particularidade de ser móvel e não estático, como acontece ultimamente, a eficácia do sistema de Controlo Adaptativo do Chassis, que permite regular o comportamento de diversos elementos do Ateca de acordo com um dos diferentes modos de condução disponíveis (Eco, Sport, Individual, Off Road e Snow), como o eficaz sistema de tracção às quatro rodas 4DRIVE.

De destaque a integração do Seat Full Link no sistema de navegação, solução essa que permite a utilização do seu dispositivo móvel, seja ele Android ou iOS, tirando assim partido das plataformas Android Auto e Apple CarPlay, para quem queira tirar partido dos serviços online em tempo real de trânsito dos mapas, ou serviços de streaming como Apple Music, Google Play ou Spotify. Pode não ser imprescindível para muitos, mas, para mim, é um acessório fundamental.

Certamente terá visto que referi a presença de jantes de 19 polegadas, uma solução que as marcas teimam em apostar por resultar numa imagem muito atraente. Porém, esta não será, certamente, a escolha ideal para quem pretenda usar o Ateca num ambiente urbano, tendo em conta o mau estado do piso, especialmente tendo em conta o elevado preço dos pneus face a pneus de 17 ou 18 polegadas, caso precise de os substituir. Existe ainda o inconveniente de o baixo perfil do pneu, filtrar com menor eficácia as irregularidades do piso, prejudicando assim o conforto.

Estranhamente nunca que esse conforto fosse prejudicado pelas jantes, tendo o Ateca revelado um conforto magistral, ao nível do oferecido por bons modelos de segmentos superiores, tal como já tinha sentido com o Skoda Kodiaq e o VW Tiguan. Porém, estas jantes, e em particular o baixo perfil do pneu, fizeram com que a vontade de optar por incursões fora do alfalto fossem reduzidas ao mínimo, como meras subidas de passeios. E mesmo assim, só com bastante cuidado.

Resta referir a motorização presente, o poderoso bloco 2.0 TDI de 190 cavalos, que esteve associado à eficaz caixa DSG de dupla embraiagem de sete velocidades e o já referido sistema de tracção às quatro rodas 4DRIVE, que garantiu, em todas as ocasiões, um comportamento dinâmico surpreendente, e uma disponibilidade pouco habitual num automóvel do género. Fiquei surpreendido com o pouco impacto que o sistema 4DRIVE teve nos consumos, uma vez que em cidade registei consumos na ordem dos 6,5 l/100km, e em estrada em torno dos 5,0 l/100km.

Ficha Técnica

Motor Prestações
Tipo Quatro cilindros em linha Velocidade Máxima 212 km/h
Capacidade 1968 cc Aceleração (0-100 km/h) 7,5 s
Potência 190 cv (3500 rpm) Consumos (litros/100 km)
Binário 400 Nm (1750 rpm) Cidade (anunciado) 6,1
Transmissão Estrada (anunciado) 5,0
Tracção Às quatro rodas Média (anunciada) 5,3
Caixa DSG de 7 velocidades Emissões Co2 135 g/km
Chassis Preço
Dimensões (Comp. / Alt. / Larg.) 4363 / 1611 / 1841 mm Valor base €48 109
Peso 1589 Kg Valor viatura testada €54 791
Bagageira 510 litros I.U.C. €255.71

Notas Finais

Design7
Interior7.5
Desempenho7
Consumos6.5
Equipamento7
Preço6.5

Gostámos

  • Visual
  • Comportamento
  • Conforto
  • Equipamento

A rever

  • Preço dos extras

Conclusão

6.9Com o Ateca, a Seat revelou que é possível criar-se um excelente SUV a partir das ferramentas disponíveis do Grupo Volkswagen. Recorrendo a um visual atraente, inspirado no Leon, este modelo destaca-se pela elevada eficácia, conforto, bom comportamento e qualidade vivida a bordo. O preço é adequado à oferta, excepto se tiver que optar pelos equipamentos opcionais, que terão impacto com o preço final deste Ateca.

Gustavo Dias