Secções

Notícias

Ensaios

Notícias

Ford revela novo Focus

Foi revelado esta semana, em Colónia, na Alemanha, a quarta geração do Ford Focus, 20 anos depois do lançamento do modelo original. O novo Ford Focus, que foi desenvolvido de raíz, promete ser o mais completo e competente de sempre em termos técnicos, segundo os responsáveis da marca.

20 Anos depois do modelo original, que veio causar muitas dores de cabeça aos restantes fabricantes com ofertas neste segmento, ao conseguir conquistar perto de 7 milhões de clientes só na europa, e mais de 16 milhões de clientes a nível global desde o seu lançamento em 1998. Criado totalmente de raíz, esta quarta geração apresenta-se nos formatos berlina (hatchback) de cinco portas, Station Wagon e, em certos mercados, uma berlina de quatro portas, onde Portugal não está incluído.

Em termos de versões, o novo Focus estará proposto nas versões Trend e Titanium, na versão desportiva ST-Line, no elegante Vignale e a versão crossover Active, esta última uma novidade. Estas versões, mais do que o nível de equipamento, permitem transformar totalmente a personalidade e o visual do Focus, adaptando-o aos desejos dos futuros proprietários.

Recorrendo à nova plataforma modular C2, esta foi desenvolvida para tornar o novo Focus até 88 kg mais leve que o actual, e melhorar o comportamento em colisão, oferecendo ao mesmo tempo um melhor aproveitamento do espaço interior sem prejudicar as dimensões externas. Para poder produzir o novo Focus, a Ford investiu 600 milhões de euros na linha de montagem da fábrica de Saarlouis, na Alemanha.

Visualmente, o novo Focus oferece uma silhueta mais sofisticada, fruto do recuar do posicionamento dos pilares A, da redução do bordo da linha de cintura e do aumento significativo (53 mm) da distância entre eixos. A frente perde aquele visual “Aston Martin” da anterior geração, ganhando uma identidade própria e mais forte, com uma grelha de grandes dimensões e duas ópticas, que podem ser totalmente em LED, tal como na secção traseira, sendo estas divididas para garantir um melhor acesso da abertura da tampa da mala.

No interior, a Ford afirma ter melhorado significativamente a qualidade dos materiais usados e a sua montagem, algo que só poderemos comprovar quando tivermos possibilidade de o testar. Visualmente nota-se uma evolução no desenho do tablier, seguindo as tendências actuais, como a colocação de um ecrã flutuante no topo para o sistema de infoentretenimento, e linhas mais limpas e simples, que contribuem para o efeito geral de mais espaço e maior requinte.

O sistema de infoentretenimento SYNC 3 recorre a um ecrã táctil de 8 polegadas que pode ser operado por gestos de toque e deslizar, bem como receber comandos por voz quando utilizados em conjunto com as plataformas Apple CarPlay e Android Auto. Este sistema pode ser associado ao novo sistema de som B&O Play, composto por 10 colunas, subwoofer de 140 mm e uma potência total de 675 W. A Ford irá disponibilizar, só na Europa, um hotspot Wi-Fi móvel (FordPass Connect), que permitirá ligar até 10 dispositivos, ao mesmo tempo que permitirá, através de uma aplicação móvel, localizar o veículo, monitorizar o estado, trancar e destrancar as portas, arrancar o motor à distância (nos modelos com caixa automática) e suporte para a funcionalidade eCall.

Em termos de sistemas de ajuda à condução, o novo Focus pode receber o Ford Co-Pilot360, que suporta não só condução semi-autónoma de nível 2, controlo de velocidade de cruzeiro adaptativo (ACC) com Stop & Go, reconhecimento de sinais de velocidade e centragem na faixa, podendo funcionar até aos 200 km/h de velocidade máxima. Conta ainda com sistema de luzes dianteiras adaptativas com iluminação predictiva em curva e iluminação com base nos sinais de trânsito.

Estreia ainda o novo assistente de estacionamento activo que torna as manobras de estacionamento ainda mais simples, ao gerir o controlo total da caixa de velocidades (automática), acelerador, travagem e direcção, bastando ao condutor colocar a caixa em ponto morto e premir um único botão situado na consola central. Estreia também o primeiro sistema de Head-Up Display num veículo Ford.

Em termos de motorizações, o novo Focus virá equipado com as motorizações 1.0 EcoBoost a gasolina, com 85, 100 e 125 cavalos de potência, 1.5 EcoBoost de 150 e 180 cavalos, e os diesel 1.5 EcoBlue de 95 e 120 cavalos, e 2.0 EcoBlue de 150 cavalos. A oferta de transmissões divide-se em dois modelos, a tradicional caixa manual de seis velocidades, disponível em todas as motorizações, e caixa automática de 8 velocidades para o 1.0 EcoBoost de 125 cv, 1.5 EcoBoost de 150 cv, 1.5 EcoBlue de 120 cv e 2.0 EcoBlue de 150 cavalos. Ainda não foram divulgados valores para o novo Focus, estando prevista a sua chegada para o mês de Outubro.

Gustavo Dias