Secções

Notícias

Ensaios

Notícias

Porsche Cayenne recebe nova motorização híbrida

O novo Porsche Cayenne acaba de receber a versão E-Hybrid, que garante não só uma potência total combinada de 462 cavalos, como uma capacidade de percorrer até 44 km em modo totalmente eléctrico. Como se não bastasse, esta versão é a mais acessível da gama, disponível a partir dos €97.771.

Lançada no final do ano passado, a nova gama Cayenne da Porsche acaba de receber um importante reforço, com a chegada da versão E-Hybrid. Esta versão utiliza um motor 3.0 V6 a gasolina de 340 cavalos de potência, que funciona em conjunto com um motor eléctrico de 100 kW de potência (136cv), que geram uma potência total de 462 cavalos e 700 Nm de binário máximo, disponível logo ao ralentin.

Para tal, foi fundamental a colocação do módulo híbrido junto da embraiagem de desacoplamento da transmissão Tiptronic S, tendo esta uma actuação electromecânica, em vez do sistema electrohidráulico com veio actuador, como acontecia com o sistema utilizado no anterior Cayenne Híbrido. Esta solução garante assim tempos de resposta significativamente mais rápidos, bem como um poder de aceleração de apenas 5,0 segundos dos 0-100 km/h, e 253 km/h de velocidade máxima.

Para os condutores mais preocupados com o ambiente, o novo Cayenne E-Hybrid consegue circular em modo totalmente eléctrico, até aos 135 km/h de velocidade máxima, durante 44 quilómetros (em condições ideais), garantindo ao mesmo tempo que, em modo Hybrid Auto, sejam realizados consumos médios (segundo norma NEDC) de 3,4 l/100km, o que corresponde a apenas 78 g/km de emissões CO2. Em modo totalmente eléctrico, a Porsche anuncia um consumo de energia de 20,9 kWh/100km.

Para todos estes impressionantes números, a Porsche teve que reforçar a capacidade da bateria, dos anteriores 10,8 kWh para 14,1 kWh, estando esta alojada sob o piso da bagageira, o que obrigou a uma ligeira perda de capacidade da mesma. Esta bateria utiliza um sistema de gestão térmica por líquido, sendo composta por oito módulos com 13 células prismáticas de lítio. Poderá ser carregada totalmente numa tomada doméstica (10A) em 7,8 horas, ou 2,3 horas quando usado o carregador opcional de 7,2 kW.

Todo o processo de carregamento pode ser gerido e monitorizado a partir do Porsche Communication Management (PCM) e, remotamente, usando a aplicação móvel Porsche Connect, que permite igualmente procurar e filtrar estações de carregamento, seleccionando-as como destinos para o sistema de navegação. Futuramente será possível usar-se o serviço Porsche Charging para aceder aos postos de carregamento públicos europeus, sem precisar de um registo adicional com o fornecedor de cada posto, sendo-lhe facturado o consumo energético directamente na sua conta Porsche ID.

Com o lançamento desta versão, a Porsche acaba de lançar novos opcionais, disponíveis para toda a gama Cayenne, como o sistema de Head-Up Display a cores, bem como as novas jantes de 22 polegadas, pára-brisas aquecido, bancos com massagem e sistema Porsche InnoDrive com cruise-control adaptativo, que permite ajustar a velocidade do cruise-control por antecipação, utilizando os dados do sistema de navegação, e as informações recolhidas pelos sensores de radar e de vídeo. Este sistema consegue antecipar o percurso até 3 quilómetros. O novo Porsche Cayenne E-Hybrid já poderá ser encomendado em qualquer concessionário da rede oficial Porsche em Portugal, com preços a começar nos 97.771 euros, incluíndo impostos.

Gustavo Dias