Secções

Notícias

Ensaios

Notícias

Dacia aposta em força no GPL com cinco novos modelos

Numa altura em que os preços dos combustíveis estão a ficar assustadoramente caros, heis que a Dacia revela toda a sua gama de modelos Bi-Fuel, uma solução que permite uma poupança de cerca de 50% em relação a um veículo exclusivamente a gasolina. Através desta renovada aposta nos veículos a GPL, a Dacia pretende assim reforçar a sua posição de liderança, com uma quota de mercado de 67% de todos os automóveis a GPL vendidos em Portugal durante 2018.

Disponível agora em cinco modelos distintos, como o Duster, Sandero, Logan MCV, Dokker e Lodgy, incluíndo nas versões Stepway, todos estes modelos são movidos por dois combustíveis, gasolina e GPL, o que, graças à utilização de dois depósitos distintos, permite assegurar uma autonomia superior a 1.000 quilómetros. Mas apesar desta particularidade, todos os modelos Dacia Bi-Fuel dispõem exactamente do mesmo espaço para bagagens que as “tradicionais” versões a gasolina ou diesel, uma vez que o depósito GPL está instalado no compartimento do pneu sobressalente.

Para os modelos Sandero, Sandero Stepway e Logan MCV, a Dacia recorreu ao comprovado motor TCe 90 de 90 cavalos de potência, tendo o motor 1.6 SCe sido escolhido para o Dokker, Lodgy e Duster, por oferecer nestes modelos uma potência superior de 110 cavalos, e 115 cavalos no caso do Dacia Duster Bi-Fuel. Todos estes modelos beneficiam, tal como os restantes modelos da marca, de três anos de garantia, ou 100.000 km, o que demonstra a confiança da marca nestes modelos que vêm adaptados para o GPL de fábrica.

Em termos de custos, a Dacia afirma que em apenas 100 quilómetros, é possível obter-se uma poupança em combustível superior a quatro euros face a um modelo equivalente a gasolina. Este valor torna-se mais significativo quando fizer as contas a períodos mais alargados, como ao fim de 10.00 quilómetros, onde a solução a GPL (a 0,7€ o litro) representa uma poupança superior a 450€ face a uma versão a gasolina, ou 300€ face a uma versão diesel. Ao fim de 20.000 quilómetros, esse valor pode duplicar.

Para além das vantagens em termos de utilização, existem outras associadas à aquisição destes modelos Bi-Fuel, como o facto de já não ser obrigatória a utilização do discriminatório dístico azul no portão traseiro, bem como o fim das limitações de estacionamento em parques fechados ou subterrâneos. Não nos podemos esquecer que a utilização de um depósito a GPL em aço super-resistente seis vezes mais espesso que um depósito de combustível tradicional é uma garantia acrescida em termos de segurança em caso de acidente.

Por fim, temos as vantagens do GPL enquanto combustível, uma vez que este contribui para uma maior fiabilidade do motor, na medida em que a sua combustão conversa mais óleo lubrificante, reduz as vibrações do motor, e pelo facto de não conter benzeno nem enxofre, tornando-se assim o combustível fóssil com menor impacto no ambiente, representando assim uma poupança na ordem dos 13 por cento em emissões de CO2.

A gama Dacia Bi-Fuel já se encontra disponível em todo o território nacional, com preços que começam nos €11.877 para o Dacia Sandero TCe 90 Bi-Fuel (versão Stepway €14.004), €12.896 para o Logan MCV TCe 90 Bi-Fuel (versão Stepway €15.401), €15.965 para o Dokker SCe 110 Bi-Fuel (versão Stepway €18.165), €17.349 para o Lodgy SCe Bi-Fuel (versão Stepway €19.580) e €18.110 para o popular Dacia Duster SCe 115.

Gustavo Dias