Secções

Notícias

Ensaios

Notícias

Protocolo entre taxistas e CML resultou na compra de apenas três veículos eléctricos

O protocolo realizado entre as associações de táxi e a Câmara Municipal para a aquisição de veículos eléctricos, assinado há quase um ano, só resultou na compra de três veículos, segundo indicou Carlos Ramos, presidente da FPT (Federação Portuguesa do Táxi).

Segundo a FPT e a Antral (Associação Nacional dos Transportes Rodoviários em Automóveis Ligeiros), os veículos eléctricos ainda possuem factores que limitam a sua procura junto dos seus associados, como a autonomia da bateria e o longo período de carregamento da mesma.

Assinado a 8 de Agosto de 2013, este protocolo contemplava a cedência de 60 mil euros, a repartir pelas duas associações, para apoio na compra de 20 veículos movidos a energia eléctrica, uma vez que a grande maioria dos táxis que circulam na cidade não cumpre as normas “Euro 3” (pré-2000).

Gustavo Dias