Secções

Notícias

Ensaios

Notícias

Utilizadores de GPL obrigados a usar novas pistolas de abastecimento europeu

Com a chegada das novas pistolas de abastecimento de GPL, supostamente mais seguras e amigas do ambiente (segundo responsáveis dos fornecedores de GPL), existem relatos de que esta mudança não está livre de problemas. Descubra aqui o porquê.

Desde o dia 1 de Abril que todos os postos de abastecimento GPL existentes em Portugal estão a operar (ou em fase de adaptação) com as novas pistolas de abastecimento compatível com o sistema Euroconnector. A razão da alteração deve-se à uniformização com os postos de abastecimento europeus, permitindo assim que qualquer veículo movido a GPL possa ser abastecido em qualquer país europeu.

Para poderem utilizar as novas pistolas de abastecimento, os utilizadores de veículos a GPL terão que adquirir um dos quatro adaptadores existentes para o sistema Euroconnector. Estes adaptadores poderão ser adquiridos em qualquer posto de abastecimento Prio com sistema GPL, em Portugal e na Europa, com um preço a rondar os 20 euros. Os mesmos poderão ser adquiridos em empresas especializadas na instalação e manutenção de sistemas de GPL.

De acordo com o feedback de alguns utilizadores da maior comunidade de utilizadores de GPL em Portugal, o AutoGas.pt, as novas pistolas são mais fáceis de usar que as antigas, mas têm em contrapartida o ruído gerado durante o abastecimento (devido à menor dimensão da furação interior), e geram um forte coice no momento do desacoplamento da pistola do adaptador, devido à pressão do gás acumulado entre a pistola e o adaptador.

Outro problema detectado tem sido na dimensão da rosca junto ao bocal do depósito do veículo, que em alguns adaptadores comercializados nos postos de abastecimento são mais compridos que a rosca existente no bocal, obrigando ao uso de vedantes adicionais na rosca para evitar a fuga de gás pela rosca durante o abastecimento. Tenha em atenção a esse detalhe quando for adquirir o seu adaptador Euroconnector.

Gustavo Dias

3 comentários

  • todas as cidades portugesas deviam ser obrigadas a ter uma bomba com GPL 1 so chegava mas o povo e quem manda quer la saber do Ambiente na zona sul do pais a gpl em Grandola e Sines nada mais fora da autoestrada.

  • Caro Gustavo, convém separar artigos de opinião de noticias. Na sua noticia há diversos pontos que não são verdade e que facilmente podiam ser esclarecidos perguntando às entidades citadas.
    1º o euroconector é uma tentativa de uniformização europeia, mas de momento os únicos a realmente o adaptarem a 100% são Portugal e Espanha.
    2º A pistola é mais segura e liberta menos gás, pois mesmo o gás libertado será no sentido da viatura e não das mãos do utilizador. Convém relembrar que o uso de luvas é obrigatório.
    3º A Galp, Jumbo e a BP (não referida) não vendem adaptadores, no entanto creio que todos os fornecem a titulo de empréstimo aos seus clientes.
    4º O problema da rosca ou dimensão do adaptador é o mesmo que já existia com o sistema dish, com o tempo os utilizadores conseguirão encontrar o melhor adaptador para o seu caso.

    • Boa tarde. Não houve realmente contacto com as entidades citadas, mas tendo em conta a importância da temática, o facto de não existir qualquer informação acessível, nem qualquer comunicado de imprensa lançado sobre as mudanças em questão, dão a entender o desinteresse na questão. Assim sendo:
      1º – O euroconnector deverá ser implementado nos diversos países europeus, segundo o comunicado de imprensa da Prio, o único operador que se prestou a enviar uma referência sobre as alterações em vigor. Se, para já, apenas Portugal e Espanha estejam a proceder às mudanças, em nada contraria a intenção de uniformização europeia do sistema. Segundo o comunicado da própria Prio, “A partir de Abril, será possível atestar o depósito GPL em qualquer posto do país e da Europa.”
      2º – Não foi indicado nada de irregular no artigo, apenas que no feedback de diversos utilizadores do forum da AutoGas, vem sempre referido “coice” dado durante o desacoplamento da pistola do apdatador, algo que, pela descrição de alguns utilizadores, se deva ao acumular de gas entre o adaptador e a válvula de segurança.
      3º – Neste ponto tem (parcialmente) razão quando indica que esses operadores não comercializam, muito embora tenha visto referido que o Jumbo, em alguns postos, comercializa o adaptador, encontrando-se o mesmo esgotado de momento.
      4º – Existente ou não, não deixa de ser um problema que já deveria ter sido resolvido, e continua a persistir, mesmo com adaptadores comercializados pelos operadores.

      Com os melhores cumprimentos,
      Gustavo Dias

Os comentários estão fechado.