0 comentários

Diogo Gago faz balanço de 2015

por em 24 Dezembro, 2015
 

Diogo Gago e Jorge Carvalho tiveram em 2015 uma temporada marcante nas suas carreiras, com a jovem dupla portuguesa a fazer a sua estreia no Campeonato Europeu Júnior de Ralis, acabando igualmente por ser a primeira dupla portuguesa a defender as cores oficiais da Peugeot em ralis.

Diogo Gago faz um balanço positivo de um ano de competição verdadeiramente marcante, quer no plano desportivo, quer na sua evolução enquanto grande esperança dos ralis portugueses além-fronteiras. Num campeonato muito competitivo, a dupla da Peugeot Rally Academy lutou por pódios, venceu troços nas mais variadas provas e evoluiu de forma gradual no campeonato júnior mais competitivo no panorama internacional dos ralis.

 
Este ano marcou a tua estreia no ERC Júnior e com a Peugeot Rally Academy. O que significou este passo para ti?

 
“Este foi mais um grande passo na minha carreira. Uma oportunidade única de estar a um grande nível internacional com todas as condições possíveis, por isso teve um significado muito grande para mim, em especial na minha evolução como piloto. Creio que esse nível competitivo que adquirimos ficou bem demonstrado mais recentemente na última prova do campeonato nacional”.

Já tinhas trabalhado com várias equipas e agora com uma oficial. Qual a grande diferença que notaste?

 
“É outra realidade. Uma equipa oficial oferece-nos todas as condições para lutar pelos lugares cimeiros. É claro que as responsabilidades aumentam quando se corre por uma equipa oficial, em particular num patamar competitivo tão elevado como é o caso do que encontrámos no Campeonato Europeu Júnior de Ralis. A grande diferença é que apenas nos temos de preocupar em guiar e fazer o melhor resultado possível, ao mesmo tempo que temos toda uma equipa a trabalhar para nós”.
Venceste troços em várias provas, algumas delas onde te estreavas…“isso foi muito importante de alcançar, porque mostra que o trabalho que temos vindo a fazer para aqui chegar está a dar os seus frutos. Isso demonstra a mais-valia das decisões que temos tomado e também o nosso valor. Por isso é mesmo este é o campeonato no qual merecemos estar em 2016, de forma a capitalizar aquilo fizemos neste primeiro ano.”

Ao longo do ano, em que aspectos notaste mais a tua evolução?

 
“Notei principal evolução no ritmo que adquirimos. Comeremos alguns erros, mas num campeonato como o que disputámos em que era preciso andar a fundo de início a fim, a mais pequena distracção fazia grandes estragos. O que nos cabe agora fazer é pegar nesses erros cometidos, trabalhar neles para que não se voltem a repetir no futuro.”

 
Que balanço fazes desta temporada?

 
“O balanço acaba por ser positivo. Não foi o nosso melhor ano é certo, mas aquilo que aprendemos e evoluímos ao longo do ano dá-nos confiança para o futuro. Chegar a provas completamente novas para nós e vencer troços contra a concorrência do ERC Júnior, é a clara demonstração de que estamos no bom caminho”.

 
Qual foi o momento mais marcante da temporada?

 
“Positivo foi sem dúvida o segundo posto no Rally dos Açores. Fizemos uma prova fantástica e receber todo aquele apoio de princípio a fim foi muito bom. Em contraponto, o menos bom terá sido o erro cometido no último troço de Ypres com um pódio mais que garantido. Foi um balde de água fria, mas faz parte a este nível competitivo.”

 
2016 está aí á porta. Os planos passam pelo ERC Júnior?

 
“Sim, os planos passam por voltar ao ERC Júnior e é a escolha mais acertada para o ano de 2016. Queremos aproveitar a experiência adquirida neste ano que passou e aproveitar o conhecimento das provas para tentar lutar mais regularmente pelos lugares do pódio. Infelizmente a falta de apoios neste momento não nos dá garantias de estarmos presentes. Caso não seja possível os planos passam por correr além-fronteiras num campeonato ou troféu que nos possa permitir competir a um nível elevado”.

 
“Queria aproveitar esta oportunidade para desejar a todos umas festas felizes e um ano de 2016 cheio de realizações pessoais para todos!”

Mais artigos para si