Secções

Notícias

Ensaios

Notícias

Toyota abandona motorizações diesel na Europa

Aproveitando o Salão de Genebra, e a revelação da nova geração do Toyota Auris, o fabricante japonês revelou que vai abandonar todas as motorizações diesel de veículos ligeiros de passageiros, apostando a sério nas motorizações híbridas.

A forte procura por parte dos seus clientes às versões híbridas, juntamente com as futuras medidas que irão afectar a utilização de veículos equipados com motorizações diesel nas principais cidades europeias levou a que a Toyota se antecipasse e abandonasse de vez as motorizações diesel nos veículos ligeiros de passageiros. Os veículos comerciais continuarão, porém, a estar disponíveis com motores diesel, visto ainda ser uma solução muito procurada neste segmento de mercado.

Com a revelação do novo Toyota Auris, durante o Salão Automóvel de Genebra, a Toyota volta a repetir a façanha do lançamento do C-HR, que já só está disponível com motorizações a gasolina e híbrida. Com o novo Auris, a Toyota irá lançar as conhecidas motorizações 1.2 Turbo de 116 cavalos, o 1.8 HSD de 122 cavalos usado pelo Prius e C-HR, ao qual se junta a nova motorização híbrida, composta por um 2.0 de quatro cilindros híbrido, que debitará 180 cavalos de potência.

Segundo Johan van Zyl, Presidente da Toyota Motor Europe: “Durante mais de 20 anos a Toyota tem sido pioneira na electrificação com a tecnologia híbrida (HSD). Durante vários anos as versões híbridas foram a motorização dominante quando disponibilizada. No nosso novo modelo mais recente, o Toyota C-HR, a motorização híbrida representou 78% das vendas no ano passado”.

Johan van Zyl concluiu com: “Como parte da nossa estratégia de veículos electrificados, estamos a ampliar progressivamente a nossa oferta híbrida com um segundo e mais poderoso motor 2.0L. Começando com a nova geração Auris, esta expansão da gama de motorizações híbrida é uma reacção natural à procura dos nossos clientes de veículos de passageiros”.

Gustavo Dias