Secções

Notícias

Ensaios

Notícias

Osram produz primeiras lâmpadas LED legais na Europa

Durante anos, fabricantes como a Osram e a Philips têm criado lâmpadas LED, que podem ser instaladas em qualquer automóvel com lâmpadas de halogénio, mas que devido à falta de homologação, os tem impedido de as vender (oficialmente) no mercado europeu.

Isto tem permitido que vários fabricantes chineses tenham aproveitado essa lacuna, e inundado o mercado com modelos de características similares, embora por vezes com resultados duvidosos, como feixe de luz irregular, intensidade de iluminação inadequada e, em alguns casos, encadeamento para os restantes automobilistas.

Felizmente a Osram tem estado a trabalhar com algumas das autoridades europeias, tendo certificado as primeiras lâmpadas LED legais em mercados como o Alemão, Croata e Austríaco, as Night Breaker LED. Estas lâmpadas, que utilizam o encaixe H7, prometem oferecer até 220% de maior intensidade luminosa que uma lâmpada de halogénio tradicional, garantindo ao mesmo tempo uma duração de vida até 5x superior.

Estas lâmpadas utilizam um sistema compacto, que permite a sua instalação em várias ópticas originalmente criadas para lâmpadas de halogénio, tendo integrado o circuito electrónico e um sistema de arrefecimento activo. Os díodos LED utilizados garantem uma cor de iluminação de 6000º Kelvin, significativamente mais branco que as lâmpadas tradicionais (rondam os 3000ºK), e usam uma potência máxima de 19 W, o que permitirá reduzir o consumo de energia.

Infelizmente este conjunto de lâmpadas da Osram ainda não está homologado para Portugal, não existindo ainda data prevista para tal acontecer. Porém, nos países onde estão homologadas, o utilizador deve garantir que o veículo usado pertence à lista dos veículos certificados pelas autoridades de cada país (ver aqui), sendo necessária a impressão do certificado emitido pelas mesmas, como a ABG, no caso da Alemanha.

Deixe uma resposta